4.756 sorocabanos foram vacinados contra o coronavírus. Ainda faltam 682 mil

Levando em conta que a população oficial de Sorocaba seja de 687.357 habitantes e que foram aplicadas até o momento 4.756 vacinas contra o novo coronavírus, ainda faltam 682.601 sorocabanos receberem a 1ª dose para ficarem imunizado.

Esta conta só passou ser possível de ser feita no começo desta semana quando foi criado o “Vacinômetro”, ferramenta digital desenvolvida pela Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo em parceria com a Prodesp, para divulgar o número de vacinas aplicadas contra o novo coronavírus nos municípios do Estado.

O número de doses aplicadas em Sorocaba coloca a cidade como a número 1 entre as 27 da Região Metropolitana a receber a vacina, mas apenas a 13ª de todo o Estado.

Nem o prefeito Manga e nem o seu secretário de Saúde, Vinícius Rodrigues, deram qualquer sinal de que iriam pressionar o governador Dória a oferecer mais doses da vacina a Sorocaba, como fizeram quando Sorocaba foi para a Fase Vermelha, aumentando as restrições do comércio. Tampouco, nenhum deles deu sinal de que tentaria, como outros prefeitos do Brasil estão fazendo, comprar lotes de vacinas em outros países. Nem os deputados estaduais e federais de Sorocaba também ainda não entraram nesta luta por mais vacinas. Tampouco a Câmara de Vereadores que segue assistindo o que o governo paulista oferece e a letargia do governo federal, do presidente Bolsonaro e do ministro Pazzuelo. É possível que os mais ricos, com dinheiro para pagar, tenham antes do Estado oferecer, a possibilidade de comprar a vacina de alguma clínica particular.

Vacinômetro

Para quem estiver interessado em saber quantas pessoas já foram vacinadas no Estado, acesse o endereço eletrônico https://vacinaja.sp.gov.br/vacinometro/ local onde é possível verificar o número oficial de imunizados nos municípios pelo PEI (Plano Estadual de Imunização). A ferramenta é alimentada diretamente com as informações do “Vacivida”, plataforma digital integrada para monitorar toda a campanha de vacinação contra o novo coronavírus.

As informações disponíveis por município são preliminares e estão sujeitas a avaliação, uma vez que as bases estão sendo constantemente avaliadas e consolidadas.

Desenvolvido pela Prodesp, empresa de tecnologia do Governo de São Paulo, o sistema está integrado ao aplicativo Poupatempo Digital e também poderá abastecer a base de dados do Ministério da Saúde.

Já o Vacivida oferece pré-cadastro de qualquer pessoa apta a participar da campanha de imunização contra o coronavírus em São Paulo. A plataforma faz o registro digital da vacinação e envia um lembrete para a aplicação da segunda dose. O sistema também notifica possíveis eventos adversos individuais à Vigilância Epidemiológica.

Cada pessoa vacinada recebe um comprovante com mecanismo antifraude. No verso, o documento terá um QR Code direcionado ao aplicativo do Poupatempo Digital, que dará acesso a um documento digital que certifica a participação na campanha, informa o governo do Estado.

Comentários

Leia também