Assessor do vereador Renan Santos, autor do pedido que abriu o caminho para a cassação do mandato do prefeito Crespo, foi nomeado diretor de área da prefeitura nesta sexta-feira

HelderParanhosCPPortariaHelderParanhosA história todo mundo já conhece: No dia 26 de junho passado, após dias de caloroso noticiário na imprensa do atrito entre o prefeito Crespo e a vice Jaqueline Coutinho, a Câmara de Vereadores abriu uma Comissão Processante com base em pedido protocolado pelo assessor do vereador Renan Santos (PC do B) – Helder Abud Paranhos, chefe de gabinete – e a conclusão final de todo este processo foi a cassação do prefeito Crespo e a vice, Jaqueline Coutinho, assumindo a chefia do Poder Executivo sorocabano.

No jornal Município de Sorocaba desta sexta-feira, 70 dias depois, Helder Abud Paranhos foi nomeado Diretor de Área na Secretaria de Meio Ambiente em portaria assinada pelo secretário de Recursos Humanos, Marinho Marte.

Engenheiro e empresário, Helder Paranhos foi contratado pelos seus atributos profissionais, obviamente. Mas não deixa de chamar a atenção que esteja sendo beneficiado com o cargo a partir de um processo que teve início com ele.

Na foto, com um círculo vermelho em torno da cabeça, para que possa ser identificado, Helder aparece ao lado de vereadores da Câmara no momento em que protocolou o pedido para que a Câmara investigasse o então prefeito.