Chineses vieram há 1 semana e nesta terça vêm os coreanos a Sorocaba

ViceChinaCoreia

A prefeita de Sorocaba em exercício do cargo, Jaqueline Coutinho, e Shen Shaoping, vice-diretor do Congresso Popular de Nanchang, cidade-irmã de Sorocaba desde 2008

A prefeita de Sorocaba em exercício do cargo, Jaqueline Coutinho (o prefeito Crespo cumpre promessa familiar e volta ao cargo nesta semana), numa agenda da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Sorocaba, receberá nesta terça-feira (20/06) a visita de nove dirigentes da cidade coreana de Anyang, sede de uma das principais regiões de industrialização do país asiático, com forte atuação no segmento cervejeiro e das indústrias têxtil e de papel e celulose. Anyang é cidade-irmã de Sorocaba. Em 1997 uma comitiva de representantes da Prefeitura de Sorocaba (lideradas pelo então prefeito Renato Amary) e de empresários locais visitaram Anyang. Anteriormente, dirigentes daquela cidade haviam estado em Sorocaba. A perspectiva é que os laços econômicos, sociais e culturais entre as duas cidades possam ser ainda mais aprofundados a partir desta visita.

Nanchang, cidade irmã de Sorocaba

Sorocaba recebeu a visita de uma comitiva de autoridades chinesas na quarta-feira passada (14/06) que foi recepcionada no Parque Tecnológico de Sorocaba pela prefeita em exercício, Jaqueline Coutinho, onde os chineses puderam conhecer a estrutura do local, bem como tiveram contato com informações econômicas, sociais e culturais da cidade. A reunião serviu para que a Prefeitura de Sorocaba (por meio da Secretaria de Abastecimento e Nutrição e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda) pudesse estreitar relações com dirigentes de grandes centros comerciais e industrias da China, sobretudo da região de Nanchang, cidade irmã de Sorocaba no continente asiático desde 2008.

Visitaram a cidade o vice-diretor do Congresso Popular de Nanchang, Shen Shaoping; cujas ocupações equivalem às funções de vice-prefeito e deputado; o diretor do Comitê de Gestão da Zona do Desenvolvimento Econômico de Xiaolan, Wang Jianping; o diretor do Comitê de Trabalho da Seleção do Congresso do Povo de Nanchang, Yu Zhijian; o vice-diretor do Escritório Agrícola do Governo Municipal de Nanchang, Zhang Xiaofang; o diretor do Comitê Permanente do Congresso do Povo do Distrito de Wanli, Li Chuanqiang; o chefe de sessão do Escritório de Assuntos de Nanchang e do escritório de Assuntos Chineses no Exterior, Yan Zhixiong, além do presidente da Corporação de Huangshanghuang, Chu Jiangeng. Também acompanharam a delegação o empresário chinês radicado no Brasil, Ken Qiu Hai Peng, que auxiliou na comunicação entre brasileiros e chineses e  José Alberto Cépil, presidente da Associação Comercial de Sorocaba (Acso).

Em sua fala, Shen Shaoping destacou as razões da visita à Sorocaba, ressaltando a forma respeitosa e cordial com que foi recebido. “Temos uma relação muito boa com Sorocaba, desde que nos tornamos povos irmãos, e isso é muito importante para nós. Estamos separados apenas pelo idioma e pela distância, mas o respeito com que fomos tratados demonstra que temos muito a crescer em conjunto”, apontou Shen, que ainda demonstrou interesse na agroindústria local. “Estou feliz em conhecer novos amigos, viemos com o objetivo de aprender com Sorocaba no campo da ciência, da cultura e da agroindústria, onde devemos avançar e conversar mais no futuro para parcerias”, concluiu Shen.

Após percorrerem as instalações e perguntarem sobre as pesquisas desenvolvidas no Parque Tecnológico, os chineses ainda conheceram as atividades da empresa Nari, estatal chinesa com atuação em nossa cidade, e depois foram ao Mercado Distrital onde experimentaram produtos da região e, ao fim do dia, foram recepcionados pela prefeita no Paço Municipal, ficando impressionados pela grandeza da cidade.

Sorocaba afirma estar preparada para crescer

Conforme a apresentação desenvolvida à comitiva chinesa, Sorocaba está preparada para crescer e para desenvolver ações de parceria com empresas e organismos governamentais de outros países. De acordo com Helenir Rosa Lima, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, “temos mão de obra qualificada, alta capacidade educacional, com escolas técnicas, universidades e centros de formação profissional, além de indústrias dos mais variados ramos”. Chamou a atenção dos chineses a preocupação da Secretaria de Abastecimento e Nutrição em preparar um roteiro em chinês para o evento.