Clima de animosidade leva sindicato a processar prefeito por falta de decoro

CrespoMerenda

Sindicato entende como provocação a presença do prefeito comendo a merenda de alunos 

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorocaba, Salatiel Hergezel, prepara uma ação de falta de decoro no exercício do cargo contra o prefeito Crespo que será apresentada à Vara da Fazenda Pública da comarca sorocabana. Essa será mais um embate entre o sindicato e o prefeito que se agrava desde que o prefeito adiou para outubro a discussão sobre se será possível conceder reajuste ao funcionalismo público (a data-base é janeiro). Além do famoso caso onde o prefeito pediu queum assessor entregasse coxinhas da Padaria Real aos manifestantes que foram até a sua casa, o sindicato reúne outras ações do prefeito que eles julgam inapropriada, inadequada e passível de improbidade administrativa. Além do caso da calcinha (leia postagem anterior), o sindicato está vai incluir na ação o caso, bastante debatido na coluna O Deda Questão de hoje (26/05) no Jornal Ipanema (FM 91,1Mhz), da visita do prefeito Crespo aos alunos da Escola Luiz Almeida Marins. Com o intuito de verificar a qualidade da merenda servida, o prefeito comeu junto das crinças. Salatiel, em áudio enviado e colocado no ar pela rádio, faz severas críticas a essa atitude uma vez que funcionários e professores (por ordem do então prefeito Pannunzio) não podem almoçar na escola. A prática, comum até 2013, foi banida por questões de economia. Para Salatiel, se fosse outro prefeito era compreensível que ele comesse com as crianças, mas em se tratando de Crespo essa atitude é vista como provocação.