Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico cria comissão especial para agilizar ações que visam a internacionalização do Aeroporto Estadual de Sorocaba

AeroportoInternacionalA modernização – e eventual internacionalização – do Aeroporto Estadual ‘Bertram Luiz Leopoltz’ de Sorocaba voltaram a ser discutidas por membros do poder público e empresas de aviação que atuam na região.

Uma comissão especial foi montada recentemente pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social de Sorocaba, tendo como membros empresários, especialistas em aviação e a participação de ao menos dois secretários municipais, o de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda e o de Planejamento e Projetos. O aeroporto local é referência em aviação executiva e um dos principais núcleos de manutenção de aeronaves do mundo.

Tanto a comissão quanto o Conselho de Desenvolvimento apontaram a necessidade de modernização na estrutura do aeroporto e a diversificação dos seus serviços. Uma nova torre de controle de tráfego aéreo está em processo de conclusão e existem recursos empenhados para a licitação dos equipamentos para a operacionalização da nova estrutura. Esses seriam os últimos passos necessários para a internacionalização do espaço, o que ampliaria imediatamente o seu potencial de prestação de serviços e poderia gerar centenas de novos empregos especializados (mecânicos, controladores de voo, etc).

Apontado pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (DAESP), responsável pela administração da unidade, como um dos aeroportos mais rentáveis do Estado, há o interesse do governo paulista em ceder a concessão do espaço para a iniciativa privada, assim como aconteceu recentemente com os aeroportos de Campinas, Jundiaí, Bragança Paulista, Itanhaém e Ubatuba. O diferencial é que estes últimos eram deficitários economicamente.

A possibilidade de entrega futura da concessão à iniciativa privada gerou a mobilização de empresas que atuam no município e que procuraram o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social para o acompanhamento do processo e que irá reunir-se com a DAESP e com o governo do Estado para propor ações de melhoria no entorno da área e a possível instalação de Arranjos Produtivos Locais envolvendo a aviação em Sorocaba.

Apresentação de resultados

As análises da comissão formada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social devem ser apresentadas na próxima reunião ordinária do organismo, ainda com data a ser definida – será realizada no final do mês. Presidido pelo empresário Erly Domingues Syllos, o Conselho tem acompanhado os resultados da privatização em outras praças aeroviárias, formas de transferência de concessão e os resultados operacionais e financeiros de cada um dos cinco aeroportos entregues recentemente à iniciativa privada. A ideia é propor um sistema diferenciado para Sorocaba, respeitando as características das empresas e operações locais.

Interesse chinês

Em visita recente ao Parque Tecnológico de Sorocaba, realizada no dia 24 de julho, empresários chineses da província de Guangdong, demonstraram especial interesse nas operações do aeroporto local e nas atividades de manutenção de aeronaves realizadas pelas empresas sorocabanas. Li Yi, diretor adjunto do Centro de Serviços de Circuitos Integrados de Zhuhai disse que a China não tem  nenhuma estrutura de serviços similar aos hangares de manutenção de Sorocaba e que há a disponibilidade para parcerias futuras entre o município e os chineses.

 

FOTO: membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento e secretários municipais fazem parte de comissão que volta a debater a internacionalização do aeroporto local, tema que é debatido há mais de uma década