Conselho Municipal de Política Cultural escolhe seus novos membros

O auditório do MACS (Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba) ficou lotado na noite de quinta-feira para a escolha dos novos membros do Conselho Municipal de Política Cultural.

Os eleitos foram:

Música – Tereza Cristina Braga de Oliveira (Tetê Braga) como titular e Grace Laine Pincerato Carreira Dini como suplente pela entidade “Coletivo Mostra de Arte de Mulheres de Sorocaba”

Profissionais e Produtores Culturais – Rodrigo Cintra Marins como titular e André Augusto Vieira Moraes como suplente pela entidade “Barracão da Vó”.

Associações, Coletivos e Corporativos – Ricardo Francisco Oliveira Devito como titular e Marina Simas Esteves (Nanaia Simas) como suplente pela entidade “Núcleo de pesquisa Teatral Mistura de Gente”.

Artes Cênicas – Mario Rafael Pérsico como titular e Marcos Felipe Alcântara Sanson como suplente pela entidade “Cia Clássica de Repertório”.

Cultura Digital, Artes Visuais e Audiovisuais – Cleiner Miceno como titular e Claudemir Theodoro (Santiago) como suplente pela entidade “Academia Sorocabana de Fotografia, Cinema e Vídeo”.

Disputa acirrada

Para quem considera que os eleitos foram por aclamação, fica o exemplo no caso da Música, onde as eleitas tiveram 88 votos enquanto a Fundec (Fundação de Desenvolvimento Cultural) ficou com 60.

Essa vitória, pode ser creditada pela argumentação de Tetê Braga e Grace Lane momentos antes da votação: Pretendemos fortalecer o papel do Conselho e fiscalizar a execução do Plano Municipal de Cultura. Como integrantes do Conselho, auxiliaremos a Secretaria da Cultura na construção de uma agenda que proporcione o desenvolvimento da produção musical da cidade como, por exemplo, a promoção da música autoral e a descentralização da formação cultural. Entendemos que o Conselho tem um papel importante no acompanhamento das licitações, de modo a assegurar a lisura dos certames e a defesa dos interesses dos artistas e da sociedade.

O que faz

O Conselho Municipal de Política Cultural, criado pela lei municipal nº 10.810, de 07/05/2014, é um órgão colegiado, de composição paritária, com caráter consultivo, deliberativo, normativo e vinculado à Secretaria da Cultura. Entre suas funções, o Conselho tem a função de contribuir com a formulação e o acompanhamento das políticas culturais e colabora com a organização do plano – orientado pelas diretrizes estabelecidas na Conferência da Cultura – e aprova a sua forma final.

Comentários

Leia também