Crespo decide sancionar o projeto da Reforma, mas passa o dia em discussão para se decidir sobre o veto à emenda que impede a criação de 70 cargos. Este é um caso para a consultoria de Renato

Reforma

O prefeito Crespo se reuniu com os secretários de Gabinete Central, Hudson Zuliani; de Recursos Humanos, Rodrigo Moreno; de Licitações e Contratos, Alexandre Robim; de Fazenda, Fábio Martins; de Assuntos Jurídicos e Patrimoniais, Marinho Marte; de Relações Institucionais e Metropolitanas, Anselmo Neto; e de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira ao longo de toda esta quinta-feira e decidiu que será publicada no Diário Oficial do Município desta sexta-feira a sanção do projeto da Reforma Administrativa aprovada pelos vereadores.

 

Mas, a pergunta que não quer calar, se ele vai ou não vetar as emendas que impedem a criação de 30 cargos de Ensino Fundamental com salário de R$ 4,8 mil e 40 cargos de Ensino Médio com salários de R$ 6,9 mil, está sem resposta até este momento.

 

A questão é se vale a pena o desgaste de uma decisão que manteria esses 70 cargos. Obviamente que o promotor Orlando Bastos Filho (leia postagem anterior), que a princípio não vê razão para ação de improbidade administrativa, será contrário uma vez que fez ação preventiva sobre estes cargos. Obviamente que a barulhenta e teatral oposição terá um campo de ação de meses. Obviamente que o grito dos adversários políticos (que muitas vezes se manifestam através de Avatar de um cidadão comum) nas redes sociais, em particular, será ainda mais forte. Em época de rede social, é impossível prever o tempo e a influência desses gritos. A falsa informação ou meia-informação é o que acaba dominando e o que ela conceitua entra na vida das pessoas. O que ouvi por esses dias em restaurante, bar e rodas sociais está absolutamente distante da realidade do que está sendo votado.

 

Quem é Renato, vota Crespo

 

Ao longo de toda a campanha o slogan “Quem é Renato, Vota Crespo” dominou os embates e as propagandas. Crespo sempre disse que Renato seria seu conselheiro e consultor para os assuntos importantes da administração.

 

Certamente, este é um desses momentos. Crespo só parou para almoçar hoje com Werinton Kermes (secretário da Cultura) e um senhor de São Paulo, da área cultural (que não consegui checar o nome). Se reuniu apenas com seus secretários. E onde entra Renato nesta decisão?

 

 

FOTO – A foto de Fernando Rezende, publicada no Diário de Sorocaba, certamente é a que melhor expressa o barulho feito pela oposição dentro da Câmara no momento da votação. Na imagem aparecem o dinheiro falso que os manifestantes jogaram nos vereadores e o cabide indicativo que os cargos aprovados são cabide de emprego