Crespo quer como voluntária médica proibida de exercer cargo público

CrespoCruzeiroCrespo: Na pior das hipóteses, quero a doutora Janayne como voluntária da Prefeitura para continuar revolucionando a saúde da nossa cidade

A justiça determinou a exoneração imediata da médica Janayne Andrea Marques de Faria dos empregos que ela ocupa na Prefeitura e no CHS (Conjunto Hospitalar de Sorocaba) atendendo petições feitas pelo promotor de Justiça Orlando Bastos Filho com base na condenação de improbidade administrativa com trânsito em julgado (contra a qual não cabe mais recurso) que a médica tem desde 2015.

Sem recursos na sentença, cabe a discussão sobre a execução da pena, afinal a juíza auxiliar da Vara da Fazenda Pública de Sorocaba, Karina Jemengovac Perez, não diz se é para sempre que a médica está banida do serviço público. A condenação de Janayne é referente à contratação da empresa Aramed Serviços Médicos S/C Ltda., da qual a médica era sócia, pela Prefeitura de Araçoiaba da Serra, onde ela atuava como servidora, em 2002.

O advogado da médica, Rodrigo Monteiro, quer saber a extensão da pena: “a perda de função pública não pode ser perpétua”.

Janayne, mesmo declinando de ser a secretária da Saúde, é funcionária importante na equipe do secretário Rodrigo Moreno. Com a determinação da justiça, ela fica sem cargo, mas “mesmo voluntariamente quero que ela continue sendo atuante na equipe do secretário Rodrigo Moreno”, disse o prefeito Crespo, na manhã de terça-feira passada, ao vivo, durante o Jornal da Cruzeiro (FM 92.3Mhz), aos jornalistas Fábio Andrade e Fernando Guimarães. “Na pior das hipóteses, quero a doutora Janayne como voluntária da Prefeitura para continuar revolucionando a saúde da nossa cidade”, finalizou o prefeito.