Crise econômica fecha mais de 18 mil postos de trabalho na região em 1 ano

ErlyErly: alto índice de demissões em maio ocorreu devido ao fechamento da Tecsis, empresa de pás eólicas

Dados da pesquisa Neri (Nível de Emprego Regional da Indústria), realizada pelo Ciesp-Sorocaba (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), por meio de seu departamento de Pesquisa e Estudos Econômicos e da Diretoria Regional de Sorocaba, indicam que no mês de maio de 2017, o nível de emprego na região, composta por 48 municípios foi negativo. A variação foi de -5,68%, representando uma queda de aproximadamente 5.500 postos de trabalho. No ano, há um acumulado de -7,43%, que significa uma queda de aproximadamente 7.350 postos de trabalho. Já nos últimos 12 meses, o acumulado é de -16,66%, representando uma queda de cerca de 18.250 postos de trabalho.

Ainda segundo a pesquisa, em comparação com o mesmo período de 2016, o cenário é inferior, pois em maio do ano passado, a pesquisa apresentou variação de -0,62%.

O resultado negativo do mês de maio foi influenciado pelos setores de Máquinas e Equipamentos (-51,32%); Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (-2,81%); Produtos de Minerais Não-Metálicos (-1,44%) e Produtos de Borracha e de Material Plástico (-3,19%).

De acordo com o diretor titular do Ciesp-Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, o alto índice de demissões no mês de maio é devido ao fechamento de postos de trabalho em uma empresa de fabricação de pás eólicas, que transferiu suas atividades para o estado da Bahia. “Apesar da variação negativa pontual no mês de maio, o nível de demissões na região vem diminuindo gradativamente, o que indica que o nível de confiança do setor industrial está progredindo, mesmo que de forma tímida”, observa Syllos.