Das entrevistas que fiz hoje com membros do PSDB e PT a respeito de estarem dividindo o mesmo governo, minha primeira percepção é de que as secretarias serão autônomas e cada lado vai lutar por suas bandeiras

GabasA deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB), primeiro, e depois, na sequência o secretário da Cultura, Glauber Piva (PT), e o vereador Francisco França (PT), participaram da coluna O Deda Questão no Jornal da Ipanema (FM 91.1Mhz) onde concederam entrevista na manhã de hoje. Maria Lúcia foi convidada para falar sobre este momento em que PSDB e PT dividem o mesmo governo. Glauber e França estavam acompanhando o ex-ministro da Previdência dos presidentes Lulae Dilma, Carlos Gabas, que veio a Sorocaba debater a Reforma da Previdência. Mas claro que Glauber e França também falaram deste novo momento.

O resumo da conversa com os três (2 petistas e 1 tucana) sobre esse novo momento foi um só: cada um vai lutar para manter as bandeiras dos seus partidos sem ceder.

Maria Lúcia disse que haverá reunião do diretório do partido , mas os tucanos vão cobrar da prefeita Jaqueline mais foco em ações sociais o que, segundo ela, significa dar mais verbas para as entidades que trabalham neste certo em Sorocaba. Outro ponto, implementar uma política municipal para tirar das ruas as pessoas que estão em condições de risco e, como observou ela, cresceu muito nos últimos tempos.

França foi bem direto a respeito de um ponto que o partido vai lutar contra a prefeita Jaqueline caso ela mantenha a política que estava em curso do prefeito cassado no que refere-se ao que ele classificou de “privatização do ensino”. Ele estava se referindo a criação de vagas em creches terceirizadas. Isso vai contra a bandeira do PT e eles não vão tolerar.

Aos poucos, ouvindo o que pensam os protagonistas de cada partido que faz parte do governo Jaqueline, começo a entender a dinâmica do que virá pela frente. Me comprometo a falar mais sobre isso, mas me parece que cada pasta será autônoma. Caberá, assim, a prefeita capitanear a integração dos diferentes. Um desafio e tanto e que, entendo, possível até a eleição e até quando a prefeita conseguir convencer a todos que não deseja mais ser candidata.

 

FOTO: Nesta foto, junto com o vereador França e o secretário Glauber, está Carlos Gabas, ex-ministro da Previdência de Lula e Dilma, que concedeu entrevista para mostrar as razões de ser contra a Reforma da Previdência do presidente Temer. Ele debateu o tema na noite de quinta-feira na Uniso e concedeu a entrevista na manhã de hoje