De olho em 2018, quando terá Ciro Gomes como candidato a presidente, PDT de Sorocaba passa por reestruturação e terá ex-vereador do PT no comando

NovoPDTsorocaCoube a Cléber Brisola Dias, conhecido como o Sindicalista do Bem dentro da Fadi (Faculdade de Direito de Sorocaba), anunciar a restruturação do PDT Sorocaba que terá como presidente do diretório local o ex-vereador Carlos Leite, como forte tradição no Grupo Fé e Política e ligada à Igreja Católica.

O diretório local do PDT se reestrutura de olho na eleição presidencial de 2018 que terá como candidato Ciro Gomes e para restaurar na legenda sorocabana os princípios, objetivos e ideologias de Leonel Brizola que seguem o PDT. São princípios que se encaixam na filosofia e ideologia política também comungada por Carlos Leite.

Cléber Brisola Dias no diretório municipal do PDT é coordenador da estruturação e tesoureiro. Além de estudante de Direito, ele tem ligações com a Central Sindical CSB, que tem posição independente da CUT e Força, e diretor da Confederação Nacional dos Movimentadores da Mercadoria. Conhecido por sua atuação nos bastidores políticos, ele atua na ONG Instituto Viver e no movimento Chega de Trabalho Infantil coordenado pelo desembargador do trabalho João Martins César.

Na foto, tirada na quarta-feira no diretório estadual do partido, estão, Cléber Brisola Dias, o presidente nacional PDT, Carlos Lupi, o ex-vereador sorocabano e hoje presidente da legenda local do PDT, Carlos Leite, André Gaetta da executiva nacional PDT e Josué Brisola, ex-assessor de Leionel Brizola no Governo do Rio de Janeiro.