Deputada e deputado saem de reunião com secretário sem o entusiasmo que desejam

Não é que o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelisaro, tenha jogado uma balde de água fria na deputada estadual Maria Lúcia Amary e no deputado federal Vitor Lippi durante audiência, em São Paulo, na segunda-feira (30/8), mas que os dois saíram da reunião sem o entusiasmo que desejavam, isso é verdade. Maria Lúcia e Lippi tinham dois assuntos em pauta: o trem rápido de passageiros e de Sorocaba a São Paulo e a tarifa gratuita de ônibus para quem tem mais de 60 anos e estudantes da Região Metropolitana de Sorocaba. A questão do trem é a mais difícil. A intenção de ter o trem circulando em 2017, 2018 já é um sonho. O secretário foi claro em dizer que a malha atual não é compatível e que será necessário um novo traçado e que é só aparecer um interessado com R$ 10 bilhões para ganhar a PPP (Parceria Público Privada). Quando a tarifa, o secretário disse que vai pedir um estudo de viabilidade econômica e dar sua resposta em uma futura audiência.

Comentários

Leia também