Deputado cobra providências do secretário de Segurança sobre ação da PM em escola

O deputado estadual Raul Marcelo (PSOL) apresentou um requerimento e um ofício, dirigidos ao Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, na tentativa de esclarecer a interferência da Polícia Militar no conteúdo e na metodologia do trabalho do professor de Filosofia da Escola Estadual Aggêo Pereira do Amaral e em sua liberdade de cátedra, ainda que a escola não tenha registrado nenhuma infração (leia postagens anteriores). O deputado pede que o secretário faça um levantamento do responsável pela elaboração e publicação da nota oficial da PM no facebook da instituição que, segundo o deputado, expõe, indevidamente, o nome do professor e de duas alunas adolescentes. Questiona também se a prática de “tentar limitar a liberdade de cátedra” será regra na atuação da PM e se tem fundamento o aumento das rondas escolares, na escola, nas últimas semanas.

Em ofício, o deputado solicita a retirada imediata da nota sobre a escola, dos canais de comunicação da Polícia Militar, assim como a determinação da retratação pelas ofensas cometidas contra a comunidade escolar.

O deputado também apresentou uma Moção de Aplauso ao professor de filosofia Valdir Volpato, à direção e aos alunos da escola em questão.

Comentários

Leia também