Deputado solta a língua fora do ar assim que acabou a coluna O Deda Questão na rádio Ipanema. Jefferson Campos revela pequenos detalhes dos bastidores que definem o rumo de uma sociedade como ocorreu na eleição de 2012 em Sorocaba; explica a força de Eduardo Cunha para um movimento de impeachment de Dilma na Câmara federal; revela o peso da opinião pública sobre o comportamenmto de um parlamentar e, por fim, conta como Jair Bolsonaro ganha espaço no Brasil

Jefferson Campos está no seu sexto mandato parlamentar. Foram dois como vereador em Sorocaba e está no quarto como deputado federal. Durante a entrevista na coluna O Deda Questão na rádio Ipanema (FM 91,1Mhz) ele explicou como chegou a Sorocaba, vindo de Ourinhos; falou de como assumiu a vida de pastor e o processo de escolha dentro da Igreja Quadrangular para ser o candidato a deputado (que lhe rendeu votos em mais de 600 municípios). Falou de política, processos (Operações Sanguessugas e Máfia do Asfalto), sucessão e da Frente Parlamentar Evangélica que faz severas críticas ao beijo gay da novela das 21h da Rede Globo, onde as personagens de Nathália Timberg e Fernanda Montenegro se beijam noa boca logo no primeiro capítulo da novela. Justiça seja feita, ele deixa claro ser contra censurar o novelista ou a emissora, mas de usar a estretégia de um boicote da sociedade a este tipo de produto. Tudo bacana, uma hora e vinte de conversa. O link está aqui para você ouvir. Vale a pena.
Mas o que ele disse fora do ar merece uma reflexão. Há uma famosa cozinha na rádio Ipanema onde são servidos café, pão, manteiga, requeijão, presunto, mussarela, pão integral, pão francês tudo da Padaria Real e do Café Excelsior. É um ambiente de alegria e descontração onde as pessoas se sentem mais à vontade e falam muito sobre o que não vai ao ar. E o deputado Jefferson Campos não fugiu à regra. Leia algumas das suas manifestações:
Renato Amary
O deputado Jefferson explicou que seu grupo foi conversar com Renato Amary, então com 60% das intenções de voto na eleição de 2012, e a recepção frustou. Ele e seu grupo não tiveram a receptividade que esperavam e o deputado estadual Carlos Cézar chegou a perder a paciência e deixar a conversa com Amary. “O Renato estava muito certo de que seria eleito e entendeu que poderia dispensar nosso grupo”, falou o deputado. E completou: “O resultado veio nas urnas. Ele perdeu por 3 mil votos. Só nosso vereador (Hélio Godoy), o mais votado, teve mais de 7 mil votos”.
Vitor Lippi
Na sequência do seu raciocínio, o deputado disse: “Com a recusa de avançar nas conversas com o Renato Amary a pergunta que ficou no ar foi: e agora? E decidimos conversar com o então prefeito Vitor Lippi e ele com a simpatia de sempre nos recebeu, conversou e nos levou até o Pannunzio que acabou ganhando. Mas o Lippi, como sempre, foi de uma educação exemplar”.
Pannunzio
As revelações do deputado não pararam por ai: “Naquela eleição, fechado com o Pannunzio, levei ele para falar em todas as igrejas, nos empenhamos”. E quando o deputado ia mudar de assunto, eu insisti: E de que forma o Pannunzio, depois de eleito, retribuiu a esse seu empenho na campanha? E o deputado surpreendeu a todos com sua resposta: “esse pãozinho vem de qual padaria mesmo, é da Real?” Ele disse que nem para conversar o Pannunzio, após eleito, o chamou. “Deixou nosso grupo fora do governo. A presença do Hélio Godoy foi mais para atender a uma necessidade dele do que ao PSD.”
Eleições de 2016
Jefferson Campos explicou que seu partido, o PSD, e ele em particular, já foi chamado para conversar sobre o pleito do ano que vem por Renato Amary, Vitor Lippi e Pannunzio. Nada avançou. O deputado disse: “O Lippi, tenho a nítida impressão, não sai do PSDB para concorrer e vai respeitar o Pannunzio. Por sua vez o Pannunzio vai mesmo para a reeleição só que não sei que tipo de conversa poderemos ter para caminharmos juntos novamente. O Renato, sem dúvida alguma, é candidato. Não é o momento de falar nada, mas de ouvir. Estamos fechados em sete partidos, vamos ter mais de 4 minutos de TV e não descartamos lançar nosso próprio candidato”.
Eduardo Cunha e o impeachment de Dilma
Sobre o que acontece no mundo palaciano, o deputado afirmou: “O PT da Dilma é absolutamente despreparado para lidar com o Congresso e achou que poderia ganhar do Eduardo Cunha. Não dava. A Dilma deu o Ministério das Cidades para o Kassab, mas quem manda no cofre é uma mulher lá, amiga da Dilma, que não é política e não deixa avançar obra em lugar nenhum. Como fazer política sem levar obra para o reduto do parlamentar? A verdade é que o Eduardo Cunha pode, se quiser, criar muito problema para a Dilma. O impeachment está na mão dele. Se ele resolver colocar na pauta, ninguém sabe o que vai dar. O política vive das ruas e o barulho está grande”.
político sofre pressão das ruas
Jefferson explicou que não tem como ignorar que o político sofre a pressão da rua: “Este assunto mesmo que você abordou na entrevista (ato de repudiu ao beijo gay na novela das nove) eu postei na sexta-feira á noite e até ontem havia 90 mil manifestações. Foi uma única postagem e 90 mil pessoas foram dar sua opinião. O político que falar que não se abala com o que diz a rua está mentindo. A Dilma a cada vaia que recebe, em cada canto que tem ido, sente. E essa agressão vai se acumulando”.
A vez do Bolsonaro
Jair Bolsonaro ganhou todas as manchetes negativas que se pode ter do parlamento brasileiro com seu discurso reacionário, mas o deputado Jefferson explica quem é ele: “é uma moça de delicado, jogamos bola uma vez por semana, deputados, a turma lá do congresso. Ele é zagueiro e nunca nem falta fez. A verdade é que ele criou um personagem que deu certo. Elegeu um filho deputado federal, outro deputado estadual e outro vereador. Se continuar essa bagunça que esté hoje ele será candidato a presidente em 2018 e terá muitos votos pois ele representa uma parcela cada vez mais significativa de brasileiros. Tem muita gente querendo um regime mais duro e ele assumiu esse discurso e vai dar trabalho”.

Abaixo os links para ouvir o deputado Jefferson Campos na coluna O Deda Questão na rádio Ipanema (FM 91,1Mhz) :
1º http://www13.zippyshare.com/v/3YVGdamW/file.html
2º http://www13.zippyshare.com/v/gWoX1J9y/file.html
3º http://www13.zippyshare.com/v/0wQC4Lp5/file.html

Comentários

Leia também