Deputados federais e prefeito são chamados de golpistas em ato realizado em Sorocaba

A organização Levante Popular da Juventude (fundada em 2006 e mantida por jovens militantes que defendem a luta de massas em busca da transformação da sociedade) chamou de golpistas e protestou contra os deputados federais sorocabanos Vitor Lippi (PSDB) e Jefferson Campos (PSD) – que no dia 17 de abril votaram a favor do impeachment da presidente Dilma – e contra o prefeito de Sorocaba que esteve em Brasília no dia da votação e deixou evidente seu apoio o impeachment, classificando aquele momento de histórico. O ato aconteceu na rua, em frente ao escritório político do deputado Lippi, no Jardim Emília. Manifestantes usaram máscaras com os rostos dos dois deputados e do prefeito. Ele pintaram a rua com a frase “Lippi golpista”. Apesar da manifestação pacífica (a rua é de pouco tráfego de veículos e, portanto, nem o trânsito foi prejudicado), a Polícia Militar foi acionada e os manifestantes deixaram o local antes da chegada da polícia.