Dini ganha autonomia e MDB flerta com tucanos

É sabido que o PSL e PSDB abriram conversas com os diretórios estadual e federal do MDB com o objetivo de alinhar o apoio do partido na eleição municipal de Sorocaba (http://odedaquestao.com.br/mdb-ainda-nao-definiu-seu-caminho/).

A novidade é que tanto o deputado federal Baleia Rossi, presidente nacional do MDB, quanto o deputado estadual Jorge Caruso, do diretório estadual paulista do MDB, asseguraram autonomia a Fernando Dini para ele tratar das negociações para a campanha a prefeito de Sorocaba.

O que ouvi de pessoas ligadas a todo este é processo é de que “Fernandinho está alinhadíssimo com Caruso e Baleia. Tem aval, liberdade e autonomia para definir os rumos locais do partido”.

Ouvi também que “embora ainda não haja definição, a aproximação com o PSDB está muito maior do que a com outros partidos, neste momento, frise-se, neste momento”, ou seja, começo da tarde de quinta-feira, 3 de setembro.

Isso significa que a definição dos rumos do MDB poderá se estender até o sábado da semana que vem, dia 12, quando o partido fará sua convenção.

O que se sabe é que o MDB não mais poderá indicar o candidato a vice-prefeito na chapa tucana uma vez que agora, oficialmente, em convenção na noite de ontem, o vereador Anselmo Neto (Podemos) foi indicado como o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Maria Lúcia Amary.

A convenção do PSL, por sua vez, está marcada para o dia 15 de setembro, quando será oficializado no nome de Jaqueline Coutinho como candidata a prefeita. Até lá todos já saberão para o lado que o MDB vai.

Comentários

Leia também