Em quatro anos, Sorocaba vê o número de minicracolândias (locais de concentração de viciados em crack para o uso da droga) subir de 10 para 49. E com exclusividade, fique sabendo aqui o endereço de cada uma delas

Mini3

 

Bueiro para escoamento de água

é usado por viciados em Sorocaba. Mas há praça, locais

abandonados, túneis, passagem de trem…

 

 

O novo mapeamento realizado neste mês de abril pelo presidente da Câmara de Sorocaba, vereador Rodrigo Manga (DEM), identificou 49 locais onde há consumo coletivo de drogas na cidade, sobretudo para uso de crack. Por isso, tais áreas são conhecidas popularmente como minicracolândias.

Num primeiro levantamento realizado em 2013 pela Comissão de Dependentes Químicos da Câmara de Sorocaba, da qual Manga fazia parte, foram identificados 10 pontos de consumo coletivo de drogas. Num segundo mapeamento, em 2015, o número subiu para 47. A última relação é semelhante à atual, com a alteração de poucas áreas, a parir da inclusão de alguns pontos novos e exclusão de outros.

A constatação dos pontos de concentração de usuários ocorreu por meio de visitas a esses locais, em horários distintos. Não foi feito um levantamento específico quanto à quantidade de usuários encontrados especificamente em cada local, pois esse número varia de acordo com o horário, sendo que alguns dos usuários, conforme constatado, às vezes chegam a frequentar mais de um ponto ou um único, porém várias vezes ao dia ou em datas alternadas.

Por exemplo, um desses pontos é um terreno na avenida Dr. Ulysses Guimarães, na Zona Norte. Nesse local, na semana passada o vereador constatou mais de 20 pessoas consumindo drogas, entre homens e mulheres. Em outro local, num galpão abandonado na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, havia outras nove pessoas consumindo crack, inclusive, gente clamando por ajuda.

Os casos são terríveis e não param por aí. “Cheguei a identificar uma menina que se prostitui por R$ 3 para consumir crack. E o caso de uma mãe que trocou o seu próprio filho por R$ 50, para que ela pudesse consumir drogas. Tem ainda uma professora da rede municipal, que me falou: ‘Manga, eu tenho vergonha de voltar para a minha classe, porque eu não tenho cara de olhar pra cara dos meus alunos’”, conta o presidente da Câmara de Sorocaba.

Também segundo Manga: “São necessária ações pontuais para evitar o crescimento ainda maior do número de minicracolândias. Da mesma forma, mais que dar atendimento aos usuários, pois acabam voltando ao vício, o ideal é disponibilizar tratamento de qualidade”.

Encontro de Câmaras

Uma prévia deste levantamento de pontos de usuários de drogas foi apresentada na última segunda-feira (24), em virtude da 1ª edição do Encontro de Câmaras da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), no Legislativo de Sorocaba. Na ocasião, o tema em destaque foi o combate à dependência química.

O evento serviu de pontapé inicial para a criação da União dos Presidentes de Câmaras da RMS, cuja prioridade do grupo será a reivindicação de um hospital público na região de Sorocaba, voltado de forma específica à desintoxicação de dependentes químicos.

Confira a relação atualizada de minicracolândias em Sorocaba:

1 – Cabeceira do campo de futebol da Rua Mário Soave, altura do número 923, Jd. São Marcos;

2 – Mata ao lado da Escola Rafael Orsi Filho, na Rua Orsini Diniz Camargo, cruzamento com a Rua José Crespo Filho, Jd. São Marcos;

3 – Quiosque ao lado do Clube do Idoso, na Avenida Juvenal de Campos, Bairro Pinheiros;

4 – Em frente à estação elevatória 4 do Saae, Ponte Dante Sola, no lado esquerdo, sentido Centro;

5 – Linha Férrea, na Rua Marquês de Itu, Barcelona;

6 – Praça da Igreja, na Rua Raposo Tavares, altura do número 153, Vila Assis;

7 – Linha férrea no início da Rua Caetano Bernardi, debaixo das árvores, Jardim Zulmira;

8 – Rua Álvaro Guião, 193, (Árvore em frente à Ossel da Vila Assis);

9 – Praça Pedro Nunes (Mata na frente), Jd. Zulmira;

10 – Bica d’água do Paineiras/Laranjeiras, atrás da quadra do Parque das Laranjeiras;

11 – Rua Ulisses Guimarães, atrás da escola Antonio Cordeiro, no Parque das Laranjeiras;

12 – Fundos do Conjunto Habitacional Júlio de Mesquita, atrás das garagens do prédio 86, fundos do CAC G3;

13 – Final da Rua Dante Gatuso, Jd. Zulmira;

14 – Rua Profª Ana Maria Rita Moraes Coelho, próximo à segunda passarela da rodovia Raposo Tavares (Vl. Sabiá, Vl. Zacarias);

15 – Linha férrea no bairro Barcelona (Av. Paraguai, entre as ruas Bolívia e João Tomé de Souza);

16 – Rua Prof° Armando Rizzo (atrás do Sabe Tudo), Jd. Hungarês;

17 – Rua Carlos Smith, Jd. Maria Antonia Prado (Olaria abandonada);

18 – Rua Américo Figueiredo (entre a Rua João Batista Machado e Av. Domingos Martins Vieira);

19 – Proximidades da E.E. Prof° Rafael Orsi Filho, Conj. Hab. Júlio de Mesquita Filho (Ruas Vinte, Av. Profº Flavio Fazano, Rua Nicolau Tibecheriny);

20 – Linha Férrea no Jd. Nova Esperança;

21 – Pontilhão na Av. Humberto de Campos;

22 – Rua José Belo, Próximo à E.M. Prof. Paulo Fernando Nóbrega Tortello, Pq. Laranjeiras;

23 – Rua Serafim de Souza (atrás da cabeceira da pista Aeroporto de Sorocaba), Vila Helena;

24 – Rua Pandiá Calógeras, Jd. Vergueiro;

25 – Rua Jorge dos Reis e Cunha, Jd. Brasilândia;

26 – Início da Washington Luiz, próximo ao posto de gasolina (dois lados);

27 – Ao lado do miniterminal de ônibus – Jardim Ipiranga;

28 – Rua Francisco G. P. de Alencar, Jd. São Marcos;

29 – Rua Orsini de Camargo, atrás da escola do Jd. São Marcos;

30 – Pasto ao lado do cemitério Memorial Park, Júlio de Mesquita Filho;

31 – Chacrinhas no Conjunto Habitacional Júlio de Mesquita Filho;

32 – Av. Dr. Ulisses Guimarães, altura do nº 2.000 (sob viaduto), Parque das Laranjeiras;

33 – Ulisses Guimarães, 900, Parque das Laranjeiras;

34 – Praça Frank Speers, Santa Rosália – Largo do Líder;

35 – Praça Coronel Fernando Prestes, Centro;

36-  Rua Bernardo Guimarães, 105, Vergueiro;

37 – Ruas São Bento e José Miguel Saker Filho, Centro;

38 – Final da Rua Maria de Lourdes Ayres Moraes, Jd. Santa Marina 2;

39 – Praça entre as ruas Belo Horizonte e Artur Gonçalves, Vila Helena;

40 – Av. Dom Aguirre (em frente ao Poupatempo – deck/escadaria rio Sorocaba);

41 – Mata beirando o rio Sorocaba, centro-bairro, lado esquerdo, Pinheiros;

42 – Rua Paulo Setúbal (ao lado do centro esportivo);

43 – Praça na Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira;

44 – Rua Santa Clara, início da Comendador Pereira Inácio;

45 – Praça do Mosteiro de São Bento;

46 – Rua Comendador Pereira Inácio, 190, Vila Boa Vista (calçada em frente de escola);

47 – Av. General Carneiro, 2.205, Vila Lucy.

48 – Praça Castro Alves (Mãe Preta).

49 – Av. Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes – Barracão ao lado do nº 889, Vila Rica.