Estava na hora de acabar essa pressão. Assim reagiu o prefeito Crespo logo após a decisão do Tribunal de Justiça que julgou o agravo da Câmara favorável a ele, ou seja, Crespo fica no cargo até o julgamento do mérito da ação

5CamaraTJOs desembargadores Francisco Bianco e Fermino Magnani Filho acompanharam o voto da desembargadora Heloísa Martins Mimessi, relatora da decisão liminar que deixou o prefeito Crespo no cargo, no julgamento do Agravo Interno impetrado pela Câmara de Sorocaba que não concorda com essa liminar. Dessa forma, no julgamento da manhã de hoje na 5ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado São Paulo, por três votos a zero, ou seja, por unanimidade, ficou decidida a manutenção da liminar concedida em 6 de outubro último, suspendendo o decreto legislativo que havia cassado Crespo do cargo de prefeito de Sorocaba.

O primeiro veículo a anunciar a decisão foi a Rádio Ipanema, 91,1 FM, às 11h39, quando entrei ao vivo durante o programa Break Fest e fiz o anúncio da decisão do TJ que me foi passada, de dentro do TJ em São Paulo, pelo advogado Ricardo Porto que defende Crespo nesta ação.

Reação de Crespo

O prefeito havia convocado sua equipe na semana passada para uma reunião a partir das 13h desta segunda-feira (leia postagem a seguir). Quando recebeu o comunicado da decisão do TJ, vinda de seu advogado, Crespo não esboçou nenhuma espécie de celebração ou comemoração, mas agiu da forma tranquila com que está agindo desde que enfrenta esse processo todo, me relatam pessoas que estavam com ele. Sua fala girou em torno desta afirmação: Estava na hora de acabar essa pressão. Essa foi a reação do prefeito com o resultado que, ele não esconde, espera que seja confirmada no julgamento do mérito da ação (leia postagem a seguir).