Faço um clamor aqui: não se acostumem com a morte de um jovem. Não julguem normal que um jovem seja amarrado num tronco, num descampado, como aconteceu em Lopes de Oliveira em Sorocaba, e seja espancado até a morte. Não sei quem é o jovem e nem o que ele fez, mas se isso era absurdo no século 19, imagine em pleno século 21! A Polícia tem o dever de dar uma rápida resposta à sociedade e prender esses assassinos

Essa é a íntegra da nota que leio no Cruzeiro do Sul on Line, texto e reportagem da minha colega Adriane Mendes:
04/03/15 | LOPES DE OLIVEIRA
Estudante é espancado por oito pessoas e morre
O estudante Everton Oliveira Silva, 25 anos, foi morto por espancamento por volta do meio-dia de segunda-feira, num terreno baldio próximo da avenida Manoel Camargo Sampaio, no bairro Lopes de Oliveira. O jovem morava a um quilômetro dali. Segundo o apurado por policiais militares da 2ª Companhia, a vítima teria sido cercada por oito pessoas. Um tronco com raiz, de cerca de um metro de comprimento, foi utilizado no assassinato. De acordo com a ocorrência registrada na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) pelo delegado Acácio Aparecido Leite, PMs da 2ª Companhia foram informados de que um grupo cercava um rapaz, que depois de ser espancado foi deixado perto do córrego, onde foi localizado pelos policiais militares e foi constatado diversos ferimentos na cabeça e nas costas.
A identificação da vítima foi possível porque, após a localização da chave de um carro em suas roupas, moradores do bairro disseram que ele era visto com um Celta preto, que foi localizado nas proximidades. A família de Everton foi acionada, e seu pai disse que ele estudava e trabalhava. Everton não tinha passagem policial. O delegado da DIG pede para que denúncias sejam passadas pelo telefone 3224-2160 (DIG), ou 197 (Polícia Civil). (Adriane Mendes).

Comentários

Leia também