Fala de presidente da Câmara para resolver problemas na saúde de Sorocaba é interpretada como sendo campanha a prefeito

A falta de estrutura, a falta de médicos e o corte do número de testes de sangue, na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Maria do Carmo de um lado. E a falta de pagamento para as professoras substitutas que atuaram na rede municipal de educação tiraram o líder do prefeito Pannunzio na Câmara, vereador Anselmo Neto, do sério na sessão desta terça-feira (28/06). O Prefeito pediu o prazo até o dia 15 para efetuar o pagamento, o que não fez, e pediu um novo prazo, agora até o dia 30/06, para cumprir a promessa: “Se essas substitutas não receberem até o dia 30 eu deixo de ser líder desse partido“, ameaçou Anselmo.

Mas o que chamou a atenção foi o que disse o presidente da Câmara, Martinez, dando a receita para que Sorocaba resolva seus problemas de saúde: “Nós vamos fazer uma parceria com as universidades da cidade e vocês vão ver como vai ficar nossa saúde…“ Alguns vereadores gritaram “êh, nosso prefeito”.

Obviamente que não teve quem interpretou tal afirmação como campanha.