Futuro do ninho tucano – Parte Final

Logo na primeira semana de janeiro eu disse o vereador João Donizeti surgia como favorito, sendo o nome de consenso, para presidir o diretório municipal tucano na convenção que vai definir os membros da próxima executiva local do PSDB. Uma semana depois, eu disse que Válter José Nunes de Campos, chefe de gabinete da deputada estadual Maria Lúcia Amary, estava fazendo valer o acordo que definiu João Leandro como presidente (que é atualmente) e ele o seguinte, deixando claro que havia uma divisão interna no ninho.

O desfecho desta história aconteceu nesta segunda-feira. João Donizeti, após conversa com a deputada Maria Lúcia, desistiu de concorrer abrindo o caminho para a candidatura por aclamação de Válter José para o cargo.

Explicação do João

Em nota me encaminhada, o vereador João Donizeti Silvestre afirma: “Em conversa com as principais lideranças de nosso partido (deputada estadual Maria Lúcia Amary, deputado federal Vitor Lippi, prefeito Pannunzio, presidente João Leandro e vereadores José Francisco Martinez e Anselmo Neto), chego à conclusão que, mesmo vencendo sete eleições para vereador pelo PSDB, sendo duas vezes presidente da Câmara Municipal e secretário municipal, mais uma vez, em busca de uma união partidária e de um consenso maior, não serei candidato na corrida partidária deste ano. Acredito que juntos somos mais fortes. Espero respeito, harmonia e diálogo de nossos correligionários”.

Comentários

Leia também