Gabinete de vereador recebe buquê de flores com ameaça de morte e na checagem de quem fez a entrega se descobre que sistema de segurança da Câmara está sem funcionar

  • Uma funcionária do gabinete do vereador Hudson Pessini (MDB) recebeu na manhã de hoje, de um mensageiro que esteve pessoalmente na Câmara de Sorocaba, um buquê de flores com uma mensagem de ameaça: “Guarde essas flores. Você vau usá-las. O seu dia está chegando”.

Não se sabe ainda se o recado era para o vereador ou pessoal à funcionária do gabinete uma vez que o mensageiro perguntou pelo nome dela.

Seja como for, a indignação tomou conta dos vereadores diante do fato de todo o sistema de segurança da sede do Poder Legislativo sorocabano estar desativado. Desde que venceu o contrato com a empresa que fazia a vigilância (contrato assinado na legislatura do ex-vereador Cláudio do Sorocaba 1) ele não voltou a ser renovado de modo que ficou impossível de saber que carro, qual placa e que tipo de pessoa fez a entrega das flores.

O caso está sendo apurado uma vez que a funcionária, abalada, foi embora levando as flores. Nem mesmo uma foto do buquê foi feita. A que está publicada nesta postagem é meramente ilustrativa.

CPI da Saúde

As flores não impediram que o vereador Pessini, após críticas ao comportamento da secretária da saúde nas redes sociais, pediu a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a CIES Global, que instalou tendas para atender a área de saúde, no estacionamento da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim São Guilherme. Agora terá que colher as sete assinaturas para a instalação da CPI desse convênio.