“Gostaria muito de poder acreditar nesse ‘novo Crespo’ mas tudo ainda é muito nebuloso”, diz vereador líder da oposição

GrupoVereadoresDo grupo de vereadores que votou pela cassação do prefeito Crespo, o presidente da Câmara, Rodrigo Manga, é um fiel da balança sobre o que vem pela frente: ele deixou claro ao prefeito Crespo que não será um aliado caso o prefeito não estabeleça um diálogo com o grupo de vereadores do qual ele faz parte (Hudson Pessini, Péricles Régis, Vitão do Cachorrão, Fausto Peres,Wanderlei Diogo, Renan dos Santos, José Francisco Martinez, João Donizeti Silvestre, Iara Bernardi, Francisco França).

Ainda existem os vereadores independentes como Hélio Brasileiro (PMDB), Fernanda Garcia (PSOL) e Anselmo Neto (PSDB). Além da vereadora Cíntia de Almeida e Rafael Militão (que volta em razão de Marinho e Dini serem secretários) que são do grupo de Renato Amary.

Entendo que uma das lideranças desse grupo de oposição a Crespo, e do qual Manga tem um acordo de que ele estabeleça uma conversa, é o vereador Hudson Pessini. E perguntei a ele:

Quem ganhou e quem perdeu nesse novo governo Crespo?

Hudson Pessini: Não consigo enxergar ainda nada parecido com a palavra ganho nesse ano… Só vejo perdas. Acho sim que algo realmente de bom para a cidade possa começar a acontecer. Tudo que vejo só me causa uma sensação de extrema preocupação. Gostaria muito de poder acreditar nesse “novo Crespo” mas tudo ainda é muito nebuloso, a nova postura do prefeito é algo que foi mais necessário para todo um grupo do que de vontade própria dele, no meu entendimento. A minha postura continua dependendo de como será a postura do prefeito e do seu grupo. Temos que observar e se atentar aos sinais não ensaiados, aqueles que escapam involuntariamente, para se chegar a uma conclusão. Sorocaba está anos luz acima desta celeuma.

E é verdade que o Manga não permitiu uma reunião do Crespo com o grupo de vocês?

Hudson Pessini: Grande parte, principalmente da base de apoio ao governo de Jaqueline Coutinho, está observando as movimentações para somente após uma análise marcar essa conversa com o prefeito. O grupo prefere se certificar do que vêm pela frente antes que estar com ele. É hora do prefeito mostrar para que ele quer estar no poder e, muitos antes de amarrar apoios, nosso grupo vai aguardar. Não adianta nada uma proximidade agora e nos próximos dias esse discurso cair por terra em virtude de péssimas posturas do prefeito Crespo como foi na primeira fase do governo dele.