História sorocabana do bem

Reportagem no Portal UOL (https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/entretenimento/2019/01/07/internauta-cria-menu-personalizado-da-netflix-para-ajudar-menino-autista.htm), de autoria de Leonardo Rodrigues, conta a história de uma sorocabana, mãe de um menino de 6 anos com autismo, que luta para dar ao filho o acesso ao filme “Procurando Nemo” que foi excluído da lista do Netflix. Um exemplo de dedicação de quem ama e protege e outro de altruísmo, vindo da solução encontrada por um jovem de Carapicuíba.

Leia a íntegra da reportagem dessa história sorocabana do bem.

Aconteceu na manhã do dia 1º de janeiro. O pequeno Miguel, de 6 anos, morador da cidade de Sorocaba (SP), resolveu assistir mais uma vez na Netflix ao seu filme favorito, “Procurando Nemo”, da Pixar, que pertence à Disney, mas não conseguiu encontrá-lo na plataforma.

Explica-se: a Disney pretende lançar até o final de 2019 seu próprio serviço de streaming e, por isso, optou por não renovar seu contrato de licenciamento de conteúdo para a Netflix, o que fez vários filmes saírem do cartólogo.

Os executivos do estúdio só não contavam com o drama de uma família brasileira. Miguel é autista, e ele não reagiu bem ao não encontrar a animação nos menus. Segundo sua mãe, a confeiteira Fernanda Torres, o pequeno passou dias chorando e reclamando. O caos se instaurou….

Foi aí que a Fernanda, mãe coruja, resolveu agir por conta própria para resolver o problema. Primeiro, ela fez um apelo público e nas páginas da Netflix e da Disney no Facebook, pedindo ajuda aos donos dos direitos do filme.

“Walt Disney Studios, tenho um pedido desesperado para vocês, devolvam o filme Procurando Nemo pra Netlflix, meu filho é autista, está tendo crises desde o dia 01, cada vez que procura o filme preferido dele e não encontra. Me ajudem”, escreveu ela, que explicou melhor a situação.

“O problema é o padrão quebrado, ele assistia no menu da Netflix, e agora não aparece mais. Ele está que só chora e reclama, quer que eu faça aparecer no menu. Eu coloco no YouTube e ele desliga, e fala Netclifes: “Nemo!”.

Diante do desespero de Fernanda e da impossibilidade da Disney e Netflix fazerem alguma coisa, vários internautas começaram a dar sugestões sobre como ela poderia resolver o caso, mas quase todas eram pouco condizentes com o problema. Assistir ao filme em outra plataforma não resolveria nada.

Rodrigo Lima, um internauta morador de Carapicuíba (SP), teve então uma ideia que se mostrou perfeita: ele se ofereceu para personalizar um DVD usando o layout do serviço de streaming e as informações de “Procurando Nemo” na tela, assim como o de outros filmes no menu.

Lima, que tem 22 anos e é analista de suporte técnico, baixou o “Procurando Nemo” e produziu o menu em casa, processo que foi feito em cerca de dois dias. Após terminar o serviço gratuito, ele enviou para Fernanda o link com o arquivo do DVD, que precisaria apenas ser baixado e gravado por ela em uma mídia física, o que ela pretende fazer nesta segunda (7).

Atitude altruísta

“Não conheço ninguém com autismo, mas sei que é uma condição que prejudica a forma de comunicação e interação das pessoas. Diante daquele post, e vendo que o filho da Fernanda teria dificuldades para se adaptar, decidi fazer o menu para ajudar”, afirmou o jovem segundo Portal Singularidades. Em nenhum momento ele pensou em cobrar pelo serviço.

De acordo com Fernanda, que não se conteve nos agradecimentos ao internauta, Miguel, em uma crise, chegou a bater em seu próprio rosto após não encontrar nos menus “Procurando Nemo”. Clássico da Pixar, o filme favorito de Miguel é protagonizado por um peixe com um problema na nadadeira que se perde do pai e precisa ser resgatado no oceano.

Miguel é tão fã do filme que ele já decorou cenas e falas, que te um hábito de repetir com frequência em casa. O teste do DVD-R foi feito nesta segunda (7), e a confeiteira revela ao UOL que o filho reagiu superbem ao filme. “Ele dá pulinhos, faz caretinhas, gritinhos Isso tudo significa que ele ficou muito feliz”, conta Fernanda.

“Espero um dia ver o Rodrigo pessoalmente para agradecer por tão lindo gesto”, continua. “Que Deus abençoe muito a vida dele, que ele conserve esse coração de bondade, de empatia, pois algumas pessoas acham que é simples, é só comprar um DVD, é só baixar da Internet, que eu to fazendo tempestade em copo d’água, só quem tem um filho autista sabe o que é uma quebra de padrão.”

“O Rodrigo simplesmente fez o que ninguém fez, uma atitude linda, me fez chorar de alegria, pois assim que eu fizer o DVD (…) Na terça 8, é meu aniversário, foi o melhor presente que eu poderia ganhar. Agradeço demais por isso.”

Após o ato altruísta, Rodrigo, que segundo Fernanda é tímido e não gosta muito de aparecer, teve a página no Facebook inundada por elogios e agradecimentos de desconhecidos. “Parabénsssss pela atitude linda e generosa com aquela mãe!!!! Que Deus te abençoe, vc é iluminado!!!”, escreveu uma internauta.

Comentários

Leia também