Indignado com posicionamento de sindicalista divulga foto com imagem de xingamento

Piedade1 Piedade2 Piedade3 Piedade4 Piedade5

Assim que terminou a coluna O Deda Questão no Jornal Ipanema (FM 91,1Mhz) na manhã de hoje (05/07), uma pessoa que prefere o anonimato, e estava presente no confronto entre sindicalistas e o deputado federal sorocabano, Vitor Lippi, que foi defender o seu voto a favor da Reforma Trabalhista em evento na Associação Comercial e Industrial de Piedade se manifestou indignada:  O sindicato tem a cara de pau de dizer que não provocaram a confusão e você dá voz para eles? Esse sindicalista, referência ao presidente do SMetal, está sendo cínico, e me mandou fotos dos 3 membros da CUT no evento e outras deles comemorando a confusão ocorrida no evento.

As fotos foram usadas por Tato de Resende, filho do prefeito de Piedade, José Tadeu de Resende, que levou uma cabeçada de um agressor (que ele aponta como sendo da Juventude do PT e membro da CUT) e foi socorrido no Hospital Unimed de Sorocaba, na denúncia que fez à polícia sobre as agressões.

Na primeira imagem estão Matheus Ribeiro, Luan Dantas e Guilherme Oliveira que faz o sinal com o dedo de xingamento ao deputado Lippi durante sua fala e é apontado como o agressor de Tato. Ele está com camiseta da CUT e bandeira da Juventude do PT

A foto de cada um dos três, quando olhado em suas páginas nas redes sociais, mostra que estão em evento do SMetal.

Matheus Ribeiro, na denúncia levada à polícia, é apontado como quem está assumindo a autoria da agressão na Fanpage e quem jogou o microfone em direção ao deputado Lippi e fez a confusão ter início.

Em outra foto, também de rede social, os três juntos novamente celebrando “arrebentar quem passa pelo caminho”.

Do lado de fora da Associação Comercial e Industrial de Piedade, na Van que estava o carro de som atrapalhando a palestra do deputado, aponta ainda os defensores de Lippi, tinha uma Van de Sorocaba, inclusive com a presença da jornalista Daniela Gáspari da assessoria do SMetal.