Jovens do PT entram em grupo em padaria e movimento desperta atenção da Polícia Militar que fazia ronda no local. Jovens acusam polícia de truculência; vereador do PT tenta acalmar ânimos

A prisão do ex-presidente Lula mobilizou os membros do partido em todo o Brasil em atos de apoio a ele e, em Sorocaba, esse ato aconteceu no último sábado. Quando se encaminhava para esse ato, um grupo de jovens do PT sorocabano decidiu entrar numa padaria na rua de São Bento e esse movimento gerou a desconfiança de uma equipe da Polícia Militar que decidiu abordar os jovens. Everton Oliveira, na Juventude do PT, gravou um vídeo onde seus colegas são abordados pela polícia. Nas imagens aparece um cachorro da polícia rosnando ao vereador França que pede calma ao policial. No final, não passou de um susto a checagem da polícia para quem viu de fora e de uma afronta e preconceito da polícia para quem foi alvo da ação.

Leia o que disse Éverton Oliveira: “Lamentavelmente hoje no ato aqui em Sorocaba, nós da Juventude do PT, fomos vítimas da truculência da PM fascista de São Paulo! Estávamos, eu e os jovens do PT numa Padaria na Rua São Bento quando de repente passa uma viatura da PM com os soldados nos encarando. Essa viatura dá a volta e já de forma irregular, sem alegar os motivos da abordagem, escolhe 4 membros da JPT entre eles, Lucan Dantas e Matheus Ribeiro, já pondo uma arma na cabeça de Lucan Dantas. Nesse momento eu não estava filmando e comecei a usar o celular logo após isso, devido a truculência com que esses PMS agiam! Assistam ( está no face), denunciem e compartilhem. Logo após um PM fez eu sair da frente da viatura e tira um cachorro de lá de dentro onde começa a atiçar o mesmo contra as pessoas! Lutaremos sempre! Não vão calar a Voz da periferia! Os Fascistas não passarão! #LulaLivre #LulaPresoPolítico”.