Lidando com gregos e troianos

Levando-se em conta o anúncio feito pela assessoria do prefeito Crespo – sobre a construção de um Ponto Fixo de Patrulhamento da Guarda Civil Municipal na Praça Coronel Fernando Prestes, no centro da cidade, onde haverá vigilância 24 horas por dia no local –, ele entende isso como uma conquista e algo positivo para aumentar a segurança nessa região da cidade e, por consequência, na aprovação do seu governo.

Esse é um típico exemplo para a expressão “é impossível agradar gregos e troianos”, ou seja, ditado popular que significa o desejo em agradar todo mundo, mesmo aos grupos ou pessoas com ideias divergentes, e acaba por não satisfazer efetivamente nenhuma das partes.

Bastaram os primeiros tijolos da guarita, de 3 x 3 metros, começarem a ser erguidos para vir a primeira crítica. Ela partiu do comerciante Teófilo J. Negrão Duarte, conhecido fotógrafo sorocabano, que usou o Facebook para se dizer contrário à obra, ao menos no local onde está, sugerindo que ela estivesse dez metros mais para o lado. Porém, menos de uma hora depois, outro comerciante, Fernando Marques, tratou não só de defender a obra, mas de agradecer ao prefeito Crespo e explicar que ela havia sido pedida pouco antes do Natal. A previsão de inauguração é o dia 16 de janeiro.

Dois importantes detalhes. Em 2016, Teófilo foi candidato a vereador pelo PMN e obteve 1108 votos, não sendo eleito. Ele foi amigo de infância, no tempo do Estadão, de Crespo. Foram colegas no Interact Club na adolescência e Teófilo caminhou e defendeu Crespo quando esteve era deputado estadual. O tempo levou-os a caminhos diferentes. Já Fernando Marques, presidente do diretório municipal do PSL, faz parte dos jovens que descobriram na extrema-direita (e no combate ao PT, ao que chamam de comunismo e a defender projetos como escola-sem-partido) uma maneira de se expressar politicamente. Ele é filho do Fernandão, ex-goleiro do São Bento, e dono da pastelaria no canto da praça central, perto da entrada do antigo Hotel Ferraretto.

Contra o Posto Fixo

Leia a íntegra do que afirma Teófilo J. Negrão Duarte: Lamentável. Está sendo construído entre o Clube Recreativo e a Catedral Nossa Senhora da Ponte, uma Base da Guarda Municipal de Sorocaba. Será que houve “estudo” para isso? A Diocese e o Clube foram consultados? A Promotoria, Vereadores, Sorocabanos de Coração e principalmente os historiadores e imprensa estão de acordo? Pode fazer lá? Por que não fazer em frente do Banheiro Público, poucos metros do local? Para mim, fotógrafo e amante da cidade, tira a estética dos dois prédios históricos. Isso é para mim idéia de jerico. Já pensaram no dia das romarias da Igreja, a bagunça que vai ser?

A favor do Posto Fixo

Agora leia a íntegra da manifestação de Fernando Marques, feita uma hora depois da postagem de Teófilo: Durante as datas festivas de Natal, mais precisamente na inauguração da decoração de Natal da praça Cel. Fernando Prestes, chamamos o Sr. prefeito municipal José Crespo para um bate-papo com lojistas, moradores e frequentadores da região central de Sorocaba. Assunto: anseios destes lojistas por uma segurança pública mais efetiva nesta região.

Está aí o retorno desse bate-papo, com quem realmente tem a caneta para resolver esse tipo de demanda!

Muito obrigado ao prefeito e toda sua equipe técnica que atenderam e fizeram o estudo de onde fazer e como fazer!

Comentários

Leia também