Líder do processo de cassação do prefeito defende a ação, diz que ela serviu de chacoalhão em Crespo e que compromisso dos vereadores é tomar as medidas necessárias contra o Executivo se ele não trabalhar pela população

HudsonPessiniO vereador Hudson Pessini, líder do processo de cassação do mandato do prefeito Crespo, voltou a defender a decisão da Câmara na coluna O Deda Questão, ao vivo, durante o Jornal da Ipanema (FM 91.1Mhz) na manhã de hoje. O vereador entende que a cassação foi um chacoalhão no prefeito. Ele deixou também deixou um recado ao prefeito que muitos podem entender como ameaça: o compromisso dos vereadores é tomar as medidas necessárias contra o chefe do Executivo se ele não trabalhar pela população.

Leia a íntegra do pronunciamento de Hudson Pessini:

Mostramos nesta Legislatura que a nova composição da Câmara Municipal de Sorocaba não veio para fazer homenagens, congratulações e coisas do tipo. Somos grandes fiscais da população e essa sinalização nós demos ao Poder Executivo. Qualquer coisa que não seja feita em benefício da população e da cidade nós, vereadores, vamos estar em cima fiscalizando para fazer prevalecer a vontade da população, daquele momento. Na eleição de 2016 a vontade da população era de dar a Crespo o cargo de prefeito, mas o comportamento dele, após a posse, desagradou essa mesma população. E nossa decisão, de cassar o mandato de Crespo, demonstra que estamos ao lado da população. Com a cassação trouxemos o prefeito Crespo à realidade e, entendo, foi muito bom o que fizemos porque se ele seguisse o caminho que escolheu não sei como ele terminaria. E se os vereadores não tivessem tomado a atitude que tomaram eu, sinceramente, não sei como seriam os próximos três anos de governo. Nós, vereadores, demos um chacoalhão no Crespo e funcionou: hoje nós temos um prefeito que voltou a si próprio e suas atenções à cidade, deixando de lado muita coisa que ele próprio assumiu que errou. Hoje está todo mundo (prefeito e vereadores) de um lado só, ou seja, em busca de soluções para os problemas da cidade e trabalhando juntos para atender a população. Uma população que pode confiar nos vereadores, os fiscais Legislativo, para tomar as atitudes necessárias contra o chefe do Executivo se ele trabalhar contra a população.