“Manga parece o namorado que diz que ama, mas enrola a namorada e não casa”

FogueiraLogo após a entrevista do presidente da Câmara, Rodrigo Manga, colocando água fria na polêmica relação entre o prefeito Crespo e parcela significativa da Câmara de Vereadores – assim como havia feito na véspera o padrinho da eleição de Crespo, Renato Amary – conversei com pessoa de influência no governo.

O sentimento é de grande desconfiança em relação ao discurso de Manga. Quando contraargumentei sobre os elogios tecidos por Manga a favor de Crespo, da sua explicação de que não passou de um mal entendido o seu desejo de ser prefeito, essa minha fonte resumiu o assunto na seguinte metáfora: “Manga parece o namorado que diz que ama, mas enrola a namorada e não casa”, ou seja, Manga é bom para falar, mas está ruim para agir. Também não sei o que significaria agir no caso de Manga, porém está claro que essa pessoa de influência no governo sabe e que o próprio Manga também.