Manifestantes são hostis contra presidente da OAB de Sorocaba durante evento anti-PT

Para se ver o nível de intolerância que essa questão de pedir a saída da presidente Dilma do cargo chegou, vale o registro do que aconteceu após a passeata de domingo passado em Sorocaba. Antes da dispersão dos manifestantes na Praça da Amizade, alguns participantes hostilizaram Alexandre Ogusuku, presidente da subseção de Sorocaba da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) por entender que ele estava à serviço do PT. Ogusuku tentava explicar no carro de som do evento que colhia assinaturas em apoio a projetos de lei que tramitam na Câmara federal contra a corrupção (reforma política e a transformação do crime de corrupção em crime hediondo), quando alguns manifestantes gritaram que o projeto da reforma política tem a influência do PT e impediram que a coleta de assinatura prosseguisse. A polícia deu proteção ao presidente local da OAB.

Comentários

Leia também