Meu papel na eleição para prefeito será o de combater o ilusionismo dos marqueteiros

Sejam quais e quantos forem os candidatos a prefeito de Sorocaba em 2016, eu já tomei uma decisão: meu papel como jornalista será o de questionar insistentemente qual a cidade que cada candidato deseja para Sorocaba para o ano de 2020. Ou seja, o que eles vão fazer nos quatro anos que administrarão a cidade. O que eles pretendem dizer (e muitas vezes iludir o eleitor) ficará em segundo plano. O foco será o de obter deles respostas verdadeiras para a administração e construção da cidade que cada sorocabano deseja. Chega de promessas impossíveis de serem cumpridas. Chega de promessas condicionadas que nunca saem do papel. Chega dos ilusionismos dos marqueteiros que viram marca de um prefeito e acabam completamente esquecidos pelos sucessores.

  • Vão incentivar a vinda de novas indústrias? De quais tipo?
  • Vão remodelar o sistema viário e de mobilidade do sorocabano? Como?
  • Vão agir para aumentar a segurança do sorocabano? Fazendo o que?
  • Vão manter ou mudar o sistema de saúde? Por quê?
  • Vão manter ou mudar o sistema educacional? A municipalização do ensino será universalizada?
  • Vão manter o atual sistema de cobrança de impostos? Haverá cobrança progressiva do IPTU de áreas que estão “adormecidas”?
  • Vão fazer o que no Parque Tecnológico de Sorocaba? Que importância ele terá no seu governo?
Comentários

Leia também