Ministro do STF reage com susto ao saber da convocação do exército

FogoMarcha

De um lado a marcha, organizada pela esquerda; do outro, fogo em prédios do governo

“Espero que seja mentira”, reagiu o ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), ao saber que Michel Temer convocou as Forças Armadas por uma semana, praticamente decretando estado de sítio na capital federal. Temer chamou o Exército por entender que esse era o desejo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que, segundo o sorocabano deputado federal Jeferson Campos, pediu a Força Nacional. Mais de 100 mil pessoas ocuparam a Esplanada dos Ministérios para protestar contra as reformas que estão em curso na Câmara. Vale lembrar que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pede o impeachment de Temer, iniciativa que tem o apoio da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), da Igreja Católica.