Multinacional suíço-sueca amplia atuação na fábrica de Sorocaba

A nova fábrica da ABB, no complexo da companhia multinacional suíço-sueca, em Sorocaba, foi inaugurada na manhã de hoje com a presença dos empreendedores e prefeitura de Sorocaba. Com investimento local da ordem de R$ 20 milhões e a geração de 250 novos empregos, a nova estrutura da empresa, que é líder na oferta de soluções digitais para indústria e energia, tem como finalidade a fabricação e customização de painéis de baixa e média tensão.

Potencial de Sorocaba

O prefeito Crespo, em seu discurso, destacou a importância da empresa ABB dentro do cenário internacional e, sobretudo, para a economia de Sorocaba e do País. O prefeito apresentou dados e indicadores sobre os aspectos econômicos e sociais de Sorocaba, sendo a 19º maior PIB do Brasil e que possui um dos maiores polos industriais do País, além de contar com um Parque Tecnológico, que vem se tornando cada vez mais referência em desenvolvimento de tecnologia e inovação.

Para o prefeito, a instalação reforça a tendência de desenvolvimento do interior paulista. “Temos realizado um amplo trabalho no sentido de criar ações e projetos que incentivem a vinda dessas unidades em território sorocabano,” declarou e completou: “Um dos legados que esse governo também pretende deixar é a intensificação das políticas de parcerias. Não há mais que diferenciar o público do privado. Por isso, estamos ampliando as parcerias, para que a cidade venha se desenvolver e garantir, cada vez mais, qualidade de vida à população de nossa querida Sorocaba.”

Importante pólo paulista

O presidente da ABB Brasil, Rafael Paniagua, não poupou elogios à infraestrutura e qualidade de vida que Sorocaba oferece. “Sorocaba é um dos mais importantes polos industriais do Estado e apresenta excelentes condições de mercado e infraestrutura. Com este novo investimento, a ABB reforça sua aposta no Brasil e fortalece a atuação local e para a América do Sul com a nova linha de produção para painéis industriais. Além disso, a nova unidade nos deixa melhor posicionados para contribuir com os investimentos em infraestrutura, em especial aqueles orientados para as tecnologias do futuro, como mobilidade elétrica, energia solar e eólica, tão essenciais para as cidades inteligentes”, afirmou Rafael Paniagua.

Imune à crise

Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), Robson Coivo, destacou que apesar da crise na economia, o município continuou crescendo e atraindo empresas. “Só temos motivos para ter orgulho da diversidade e qualidade de nossas empresas. Sorocaba está na vanguarda da atratividade de novos investimentos”, disse o secretário.

Empresa com 150 mil funcionários

O grupo ABB opera em mais de 100 países e emprega em torno de 150 mil funcionários. A história da ABB no Brasil começou a ser escrita em 1912, quando a empresa forneceu os equipamentos elétricos para um dos cartões postais do País, o Bondinho do Pão de Açúcar. Em 1970, também esteve presente na implantação de 50% das turbinas geradoras e no fornecimento de grande parte dos equipamentos elétricos da usina hidrelétrica de Itaipu.

Atualmente, a ABB no Brasil tem aproximadamente três mil funcionários e sua estrutura contempla cinco plantas industriais, escritórios regionais, além de unidades de serviços e é a maior fornecedora de motores e drives industriais, a maior fornecedora de geradores para indústria eólica e de redes de energia do mundo. Em Sorocaba a ABB iniciou sua operação em 2014, sendo que o complexo da unidade está localizado na rodovia Senador José Ermírio de Moraes, km 11, e produz motores, geradores, sistemas de acionamento, eletrocentros e linhas de interruptores e tomadas.

Quem esteve presente

A solenidade de inauguração contou com a participação de diversas autoridades, entre os quais o presidente da ABB Brasil, Rafael Paniagua; do secretário de Políticas Digitais do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Thiago Camargo Lopes; do subsecretário de Energia Elétrica da Secretaria de Estado de Energia e Mineração de São Paulo, Henrique de Souza Ferraz; do diretor-executivo da Câmara de Comércio Sueco-Brasileira, Jonas Lindstron; diretor de investimentos da Investe SP, Sérgio Costa, além do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter), Robson Coivo. A Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim) foi representada pelo chefe de Apoio Institucional, Ivan Flores, assim como o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), o coordenador especial, Samio Silva. A solenidade contou ainda com a presença do cônsul-geral da Suíça em São Paulo, Urs Brönnimann.

Comentários

Leia também