Não é possível prever a data da votação de Crespo

Passada a votação da vice-prefeita Jaqueline Coutinho, que teve sugerida pela Comissão Processante a cassação do seu mandato, resta saber quando será a vez da Comissão Processante de Crespo concluir o seu trabalho e, se assim decidir, colocar em votação no plenário a sua cassação.

O prefeito está em licença médica até o dia 17, pelo menos. Ainda restam ouvir três testemunhas e o prefeito. Se tudo correr bem, isso será feito até o final deste mês, com a Comissão Processante trabalhando no recesso.

O prazo máximo é dia 3 de agosto, se passar esse prazo a Comissão Processante será arquivada inocentando o prefeito. É o que diz o regimento.

Tic-tac…Tic-tac… O tempo passa…

Comentários

Leia também