Não há campanha melhor para deputada do que essa situação e Jaqueline terá legenda para se candidatar em 2018, afirma dirigente regional do PTB

JaquePTBimprensaCláudio Ferreira, um dos braço fortes do deputado estadual Campos Machado em todo o Interior de São Paulo, experiente político e articulador de candidatos ao partido, durante o evento do diretório municipal do PTB na tarde hoje deu uma pista sobre ao menos uma consequência da crise envolvendo o prefeito Crespo e a vice-prefeita Jaqueline Coutinho: a vice, que é do PTB, será instigada a ser candidata a deputada na eleição do ano que vem.

Claudio Ferreira disse que o PTB considera Jaqueline uma mulher forte e que, como delegada de polícia, sabe que medidas deve tomar. Em outro momento, afirmou que se Jaqueline fosse alguém mais fraca, teríamos (ele e o partido) que dar um apoio maior, o que não é o caso. Depois afirmou que jamais o PTB vai deixar a Dra. Jaqueline (sic) sozinha.

No calor do momento, respondendo ao repórter Gustavo Ferrari do Portal Ipanema, Cláudio Ferreira afirmou que “não há campanha melhor para deputada, numa eventual candidatura da Jaqueline, como essa situação” (a exposição que a crise entre o prefeito e a vice está produzindo e a chance da Jaqueline falar suas ideias e defendê-las). O repórter Gustavo Ferrari questionou se ela seria candidata e ele disse: “vai ter legenda e terá uma das maiores votações de Sorocaba”.