Novela sobre indefinição de candidato tucano segue e abre espaço para crescimento de candidato do PRB

O vereador Hélio Godoy chegou a um bom termo para sua licença de 90 dias do cargo afim de se dedicar a sua candidatura a prefeito de Sorocaba. Isso significa que ele deixará o cargo, via a construção de lei para isso, ao seu suplente Waldomiro de Freitas do PSD. Os funcionários do gabinete não serão alterados e a rotina de trabalho também não. Mais que isso, a forma como foi construída a lei que altera a necessidade do suplente assumir somente após licença de 120 dias do titular e, principalmente, a indefinição do PSDB em torno de quem será seu candidato a prefeito, abriu espaço para que o leque de apoio à sua candidatura possa crescer. Porque é possibilidade? Por que se o PSDB for de Vitor Lippi, o deputado federal que disse em fevereiro que não quer disputar (embora seu partido ainda acredite que ele será o candidato), quem hoje namora com Hélio Godoy vai mudar de lado. Mas caso se confirme que não será Lippi, o candidato do PRB poderá ter ao seu lado o PR do vereador Cláudio do Sorocaba 1; o PV do vereador Jessé Loures; e o Pros do vereador Luís Santos.