Novo secretário da Saúde de Sorocaba não é médico, mas administrador de empresas. Ele enfrenta problemas judiciais da sua época em Brasília e S.Paulo

Ailton

Quem assumiu o comando da Secretaria da Saúde da Prefeitura de Sorocaba é o administrador de empresas Ailton de Lima Ribeiro. Pela primeira vez na história recente da cidade o cargo de comando da saúde não é de um médico, mas de um administrador. Mas com vasta experiência na área da saúde pública. Ailton de Lima Ribeiro foi assessor de José Serra (PSDB) no Ministério da Saúde e comandou o processo de privatizações da saúde na prefeitura de São Paulo na gestão Serra/Kassab. Por sua participação no ministério e na prefeitura de São Paulo, ele foi alvo de ações na justiça que responde ainda hoje. Na Prefeitura de São Paulo, ele está envolvido em ação que questiona contrato sem licitação de R$ 15 milhões assinado entre a Secretaria de Saúde e o Iabas (Instituto de Atenção Básica e Avançada) tendo como detalhe o fato de Ailton ser da direção do Iabas. Em 2009, em Brasília, na gestão do governador José Roberto Arruda, onde participou da entrega do Hospital Regional Santa Maria (pertencente à Secretaria da Saúde ) para a Real Sociedade Espanhola, uma entidade privada, ele responde ainda hoje por desvio de verbas públicas.

É fundamental ressaltar que Ailton de Lima não tem condenação. O fato de ser questionado judicialmente é um dos riscos da pessoa que está na vida pública. Vale ressaltar, também, que Ailton faz parte do governo Pannunzio desde o primeiro dia de mandado do prefeito e que veio para Sorocaba a convite de Pannunzio. Antes de assumir a secretaria, Ailton era assessor na secretaria de Saúde e trabalhaou com os três secretários anteriores (Armando Raggio, Wagner Silva e Francisco Antônio Fernandes).