Padrinho da campanha eleitoral do prefeito vai presidir o Fórum Municipal de Políticas Públicas, mas mistério de Crespo para o anúncio gera especulação de que Renato Amary iria para cargo em Brasília ou secretariado. O que não é fato

SouRenato

Cena marcante da campanha eleitoral na TV com o slogan: Sou Renato, Voto Crespo

O prefeito Crespo (na festa dos seus 100 primeiros dias de governo – leia mais em outra postagem) anunciou que o ex-prefeito de Sorocaba, Renato Amary (PMDB), seu padrinho na campanha eleitoral, tomará posse para participar de seu governo, mas que o anúncio oficial só irá acontecer no dia 26 de abril, no Teatro Municipal Teotônio Vilela, às 19 horas.

O anúncio na hora entrou para a manchete do Jornal Ipanema sendo interpretado pelo editor como isso sendo mais importante do que a polémica entre o prefeito e a Santa Casa (que ficou menos de duas horas como manchete do portal) revelada durante entrevista ao vivo no Jornal da Ipanema, onde pude participar como um dos entrevistadores.

Esse mistério, que não tem nada de mistério (afinal Renato Amary vai presidir o Fomup – Fórum Municipal de Políticas Públicas, que nada mais é do que um conselho consultivo, sem remuneração e de encontro de personalidades escolhidas pelo prefeito em agenda sem data fixa, leia abaixo a íntegra do decreto do Fomup) gerou um corre-corre entre os vereadores. Muitos, que tinham votado contra o projeto de criação de um cargo de representante da Prefeitura de Sorocaba em Brasília, chegaram a telefonar para Renato para saber se o cargo era dele se fosse estavam dispostos a mudar de voto. Teve vereador também que ligou para saber se Renato iria para o secretariado de Crespo. Conversei com Renato Amary e ele externou que a forma como Crespo fez o anúncio deu a entender que ele estaria contrariando o que disse na campanha, ou seja, de que não iria ocupar nenhum cargo e que seria o conselheiro do prefeito. “O Fomup é apenas a formalização desse ato de ser conselheiro ou consultor junto de um grupo, nada mais. Não tem remuneração e nem carga horária, serei o que sempre disse conselheiro e consultor apenas para quando o prefeito me chamar”, me afirma Renato Amary.

Leia a íntegra do decreto do Fomup

DECRETO Nº 22.679, DE 8 DE MARÇO DE 2017.

 

Institui o “Fórum Municipal de Políticas Públicas – FOMUP”, e dá outras providências.

JOSÉ ANTONIO CALDINI CRESPO, Prefeito de Sorocaba, no uso das atribuições que lhe são conferidas, com fundamento no inciso I, do artigo 79, da Lei Orgânica do Município, DECRETA:

Art. 1º Fica instituído, vinculado a Chefia do Poder Executivo (CPE), da Prefeitura de Sorocaba, o “Fórum Municipal de Políticas Públicas – FOMUP”, órgão político consultivo de assessoramento imediato ao Prefeito, de caráter permanente, a quem competirá:

I – prestar assessoria, consultoria e aconselhamento ao Prefeito na formulação de políticas e diretrizes específicas, voltadas à resolução de problemas e tomada de decisões;

II – debater e reduzir a termos, propostas de políticas públicas, de reformas estruturais e de desenvolvimento econômico e social.

Art. 2º O Fórum Municipal de Políticas Públicas – FOMUP, é composto por uma diretoria formada pelo Presidente, Vice-Presidente e Secretário.

Art. 3º São atribuições do Presidente do FOMUP:

I – convocar e presidir as reuniões plenárias do FOMUP;

II – definir a pauta das reuniões plenárias.

Art. 4º É atribuição do Vice-Presidente do FOMUP, substituir o Presidente nos seus impedimentos.

Art. 5º São atribuições do Secretário do FOMUP:

I – Assessorar a organização e convocação de reuniões;

II – Redigir, editar e publicar as atas das reuniões.

Art. 6º É facultado ao FOMUP, por intermédio do Presidente:

I – requisitar dos órgãos e das entidades da Administração Pública estudos e informações indispensáveis ao cumprimento de suas competências;

II – promover seminários ou encontros sobre temas de sua agenda;

III – convocar servidores para prestar esclarecimentos.

Art. 7º Os integrantes terão mandato por um período de dois anos, facultada uma recondução.

Art. 8º A participação dos integrantes e diretores nas atividades do FOMUP será considerada função relevante e não será remunerada.

Art. 9º Os integrantes do FOMUP deverão ser personalidades de notório saber e experiência na vida pública, nomeados por Decreto, pelo Prefeito.

Art. 10 O apoio administrativo necessário à execução das atividades do FOMUP será prestado pela Secretaria do Gabinete Central.

Art. 11 Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Palácio dos Tropeiros, em 8 de março de 2017, 362º da Fundação de Sorocaba.

JOSÉ ANTONIO CALDINI CRESPO

Prefeito Municipal

ERIC RODRIGUES VIEIRA

Secretário dos Assuntos Jurídicos e Patrimoniais Interino

HUDSON MORENO ZULIANI

Secretário do Gabinete Central

Publicada na Divisão de Controle de Documentos e Atos Oficiais, na data supra.

 

VIVIANE DA MOTTA BERTO

Chefe da Divisão de Controle de Documentos e Atos Oficiais

Data de Inserção no Sistema LeisMunicipais: 10/03/2017