Para outros, prefeito flerta com as mortes

Mas não são todos que enxergam a volta de Sorocaba para a Fase Laranja como uma vitória. Num outro grupo de whatsapp do qual faço parte, um experiente jornalista leu no ato de Manga e principalmente no seu vídeo um flerte com a morte: “Tendo leeito pra morrer pode abrir tudo. Lógica macabra. Quando falta oxigênio, vamos para a Fase Roxa.

Um outro jornalista, também experiente, foi além: “Os políticos estão brincando com a vida das pessoas. Eles não têm que fazer nada além do que dizem a Ciência e Bom senso (sei que este é escasso) e mostrar isso para a população”. O problema, conclui ele, é que “os reflexos de ações como esta do Manga recaem sobre todos, senão o correto seria deixar os imbecis adoecerem. O Bolsonaro apostou alto no negacionismo e o Brasil está nesta difícil situação.”

Sorocaba retornou hoje, segunda-feira, à Fase Laranja justamente no momento em que os infectologistas estão assustados com o que chamam de segunda onda. O número de mortes e infectados no Brasil, neste final de janeiro, superou o do pico da pandemia em 2020. Há alertas de que a falta de oxigênio, que virou manchete no mundo todo a partir do caos em Manaus, pode ocorrer em outros lugares. A vacinação em massa, que seria a solução, claramente ainda é um desejo apenas. Nem datas existem para amenizar a dor.

E eu no sábado passado, na padaria, quando argumentei que a vitória de Manga, em fazer Sorocaba retroceder de fase, poderia ser um tiro no pé dele caso os casos de infectados e mortos explodam em Sorocaba, ouvi de uma caixa, eleitorado e admiradora do manga, que a culpa será do povo que não se cuida e não do prefeito que quer cuidar das pessoas que querem trabalhar.

Para mim está claro, Manga sabe que muito pouco recai sobre ele, confia no seu eleitorado e vai fazer o que eles querem, mesmo que isso signifique correr riscos, colocar a cidade em risco e negar o que diz a Ciência.

Comentários

Leia também