Parque Tecnológico sedia o 1º Encontro de Dirigentes Municipais de Cultura da Região Metropolitana de Sorocaba e discussão se concentra nos mecanismos para se obter recursos e deixa de lado o que é função pública na promoção da cultura

EncontroCultura

Em pé,  Anselmo Neto, secretários de Relações Institucionais. Sentados representantes do Ministério da Cultura, Secretaria Estadual da Cultura e Werinton Kermes, secretário de Sorocaba

O 1º Encontro de Dirigentes Municipais de Cultura da Região Metropolitana de Sorocaba, promovido pela Secretaria da Cultura e Turismo, com apoio da Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Sorocaba acontece até o final da tarde de hoje no Parque Tecnológico de Sorocaba.

O encontro se consistiu em palestras e workshops de especialistas no acesso que as prefeituras (representadas por dirigentes de departamentos e secretarias municipais de Cultura da Região Metropolitana) podem obter junto ao governo do Estado e União. Representantes do Ministério da Cultura apresentaram o Sistema Nacional de Cultura e a estruturação dos sistemas culturais nos estados e municípios, além de temas como captação de recursos e projetos em nível federal. O representante da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo abordou os programas e projetos incentivados em nível estadual.

Para o secretário da Cultura e Turismo, Werinton Kermes, “as ações municipais de Cultura sempre sobreviveram com muitas dificuldades e a Região Metropolitana oferece a oportunidade aos municípios de pensarem juntos políticas públicas, se unirem para desenvolverem projetos e fazerem o uso integrado de equipamentos, agentes e promotores culturais”. Mas, resumiu o secretário, no final, a expectativa verdadeira desse encontro “é unir forças em busca de soluções em todos os níveis, estadual e federal”.

Luz no fim do túnel

Foram formados grupos de discussão para alinhamento de propostas para o desenvolvimento da cultura na região. Os cinco temas abordados são:

  • o uso integrado dos equipamentos, agentes e recursos culturais entre os municípios,
  • a integração entre as áreas de Cultura e Turismo,
  • o relacionamento com os órgãos de cultura,
  • as facilidades para a contratação de serviços e
  • o relacionamento com a iniciativa privada.

 

O encontro produziu uma ‘Carta’ que será encaminhada ao Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana e também para autoridades ligadas ao Ministério da Cultura e Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, além de deputados federais e estaduais.