Paz selada entre prefeito e vice é mal recebida pelos vereadores

Não foi apenas a sociedade de um modo em geral, não apenas assessores de ambos os lados (prefeito e vice) que estranharam esse novo momento de paz selada entre Crespo e Jaqueline. Os vereadores também.

Eles estão de brincadeira com o Poder Legislativo, estão achando que vão se livrar só porque, por conveniência, se juntaram? Um estava matando o outro, criando problemas, achando brechas para caçar e quando os dois estão na corda bamba resolvem se juntar?

Essa é apenas uma das vozes indignadas do Legislativo sorocabano.

Uma outra disse: essa união deles só piorou a situação de cada um. Eles acham que podem brincar com a gente. Vamos caçar os dois. Temos voto para isso já.

O fato é que estão em curso duas Comissões Processantes, uma contra Crespo e outra contra Jaqueline, e saindo os dois quem assume é o presidente da Câmara como já foi bastante explicado em postagens anteriores, desde quando começou este processo.

Apesar da brabeza, como fica claro nas duas falas que publico nesta postagem, a paz entre o prefeito e a vice, passando o calor do momento (vamos lembrar que a sessão de hoje aconteceu logo ao amanhecer e a paz do prefeito e vice se deu ontem à noite) embaralha as Comissões Processantes uma vez que fazer de Dini, prefeito, neste momento, seria, praticamente, lançar seu nome à corrida para a Prefeitura de Sorocaba em 2020. Por outro lado, há vereador que acha isso bom, pois os votos de Dini se dirigirão a alguém que não ele.

Seja como for, o jogo da cassação segue aberto e com um fato total e inacreditavelmente novo, a paz entre prefeito e vice.

Comentários

Leia também