Pesquisa: 61% dos sorocabanos vão comprar presente ao namorado

As vendas no Dia dos Namorados devem crescer de 3% a 5% em Sorocaba, segundo pesquisa da Associação Comercial de Sorocaba que, também, revela: Consumidores pretendem gastar entre R$ 51 a R$ 100; setor de vestuário é o preferido para as opções de presentes. Com isso, a data deve movimentar a economia da cidade, com um crescimento de 3% a 5% nas vendas, em relação ao ano passado.

A pesquisa realizada pelo economista da Associação Comercial / Esamc Jr., Rafael Muscari, revela que 61% dos entrevistados pretendem comprar presentes para a pessoa amada, número 19% maior do que o registrado em 2017.

Quais presentes

O estudo que ouviu 181 entrevistados, (que representa um grau de confiança de 90% para a pesquisa) aponta que o setor de vestuário é o preferido dos consumidores, onde 51% responderam que pretendem presentear o namorado (a) com roupas, seguido de viagens (18%), chocolates (10%), flores (6%), bichos de pelúcia (6%), artesanato (3%), eletroeletrônicos (2%) e perfumes/cosméticos (2%).

Quais valores

Em relação ao valor a ser gasto, 38% disseram que pretendem desembolsar de R$ 51 a R$ 100. 19% dos entrevistados afirmam que devem gastar entre R$ 101 a R$ 150, 13% até R$ 50 e o restante acima de R$ 151.

Para o economista, a expectativa de aumento nas vendas pode-se atribuir a melhora da confiança no mercado e a retomada das atividades econômicas. “O presente que eles desejam permeia o necessário do dia a dia e o desejo de consumo”, afirma Rafael Muscari. Ainda segundo o economista, as compras como de costume, devem acontecer poucos dias antes da data comemorativa.

O presidente da Associação Comercial, Sérgio Reze, acredita em uma expectativa de crescimento animadora, pois é uma data especial em que os consumidores saem às compras. “O Dia dos Namorados é um dia com força emocional e comercial. Para atrair os clientes é necessário investir na decoração da vitrine, na divulgação e principalmente em ações promocionais”, finaliza.

Comentários

Leia também