Polêmica no Recupera Sorocaba

O prefeito Crespo entrega neste sábado (9 de fevereiro) as benfeitorias realizadas no Parque São Bento por meio do programa Recupera Sorocaba em meio a uma polêmica (talvez sem saber) provocada por ações que envolvem o seu secretariado.

Por muitos anos o bairro tentou eleger um representante na Câmara Municipal, sem sucesso. Nesta legislatura assumiu a vaga como suplente, o professor de Educação Física Rafael Militão (MDB) graças a saída do titular Marinho Marte (afastado por decisão da justiça a partir de ação do Ministério Público) e de Cíntia de Almeida, chamada para ser secretária municipal.

Nestes dois anos que está na Câmara, Militão conseguiu de um jeito mineiro levar várias benfeitorias para a região do Parque São Bento que envolve outros bairros (Jardim Santa Marta, Residencial Carandá, Altos do Ipanema e outros).

Vendo o crescimento do vereador Militão, o líder comunitário e presidente do PRP, José Irã da Silva, resolveu articular que o programa Recupera Sorocaba está sendo feito no bairro a seu pedido. Primeiramente conseguiu mudar o local do evento deste sábado. Marcado primeiramente para acontecer na Praça do Parque São Bento, como mostra o convite publicado na edição online do jornal “Município de Sorocaba” do dia 8 e também do dia 9 de janeiro de 2019 (e que ilustra essa postagem), o local foi transferido para o chamado campo do Xuris, que coincidentemente fica na frente da residência do presidente do PRP, José Irã.

Após isso, secretários municipais começaram a aparecer em fotos em redes sociais ao lado de José Irã e algumas vezes também do vereador Wanderley Diogo, que é do mesmo partido e tem como base política o bairro João Romão (Zona Leste) e adjacências. Ou seja, o vereador Militão foi deixado de lado pelos secretários do prefeito. A pergunta é: com ou sem o aval de Crespo?

Militão (que é da base de apoio do prefeito Crespo) tomou uma posição e cobrou dos secretários o motivo de ser estar sendo chamado para acompanhar as obras e benfeitorias que estavam sendo realizadas pelo Recupera Sorocaba. A partir de então, começou um jogo de empurra-empurra entre os secretários que não souberam explicar o motivo.

Na primeira sessão da abertura do Ano Legislativo, na terça-feira 5 de novembro, acompanhei o pronunciamento do vereador Militão, que falou sobre o Recupera Sorocaba e o seu colega de Câmara, Wanderley Diogo esbravejou. Militão manteve a calma e não revidou as provocações, assim como não revidou nenhuma das provocações nas redes sociais.

Aos amigos e pessoas mais próximos onde o seu trabalho e liderança é reconhecido, Militão tem dito que “a verdade vai aparecer” sem deixar de reconhece que outros colegas da Câmara e líderes comunitários fizeram vários pedidos para o Parque São Bento.

O que se sabe é que o PRP, do presidente José Irã e que agora arvora para si a paternidade das benfeitorias, votou pela cassação do prefeito Crespo em agosto de 2017. E, também, o zumzumzum dá conta que José Irã está formando um novo grupo político e todos devem migrar ainda este ano para uma nova legenda, o PSC.

O programa é Recupera Sorocaba, mas o prefeito Crespo terá que mostrar toda a sua habilidade política para recuperar as rusgas que ficaram e foram provocadas pelo seu secretariado.

Comentários

Leia também