Por medo da dengue, médicos querem contêineres nas ruas de Sorocaba até setembro

Vencedora da licitação para fazer funcionar todo o sistema de lixo de Sorocaba, o Consórcio Sorocaba Ambiental (CSA) tem 4 meses, portanto até o final de novembro, para colocar 11 mil contêineres na cidade. Hoje existem 4 mil. Um grupo de médicos, que prefere ficar no anonimato, estuda uma maneira de fazer chegar ao secretário da Saúde, Antônio Francisco Fernandes, que este prazo pode ser fatal para o perigo da dengue. Eles entendem que o problema do lixo (muitos sacos ficaram acumulados nas calçadas ou no local de contêineres) ao longo dos vinte meses em que a coleta foi feita de maneira provisória é responsável pelo surto que atingiu mais de 60 mil sorocabanos e matou mais de 20 pessoas. Se não estiver toda a cidade com contêineres até setembro, quando começa a primavera e o período de calor e chuva, esse grupo de médicos acredita que haverá um novo surto da doença na cidade na mesma proporção de casos ou até maior. Se os médicos queriam uma maneira de chegar ao secretário, este blog cumpre a função e fica em aberto para qualquer tipo de manifestação por parte da Prefeitura de Sorocaba.

Comentários

Leia também