Pragmatismo político e reconhecimento de que forças políticas mudaram de direção na última eleição começa a ser perceptível Sorocaba. Secretário tucano, que enfrenta processo de expulsão do partido, mostra habilidade

AnselmoAnselmo Neto é do PSDB e secretário no governo do DEM

O prefeito Crespo (DEM) foi eleito presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT). A prefeita de Tatuí, Maria José (PSDB) foi eleita presidente da Fundação da Bacia e o prefeito Guilherme Gazola (PDT), no dia 24 de abril será eleito presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba.

Tudo isso só foi possível após uma articulada negociação política costurada com bastante habilidade por Anselmo Neto, secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas da Prefeitura de Sorocaba, e assessores da deputada estadual Maria Lúcia Amary que teve autorização para também falar em nome do deputado federal Vitor Lippi.

Até os mandatos passados, a hegemonia de 20 anos do PSDB no poder em Sorocaba falava mais alto. Mas com a escolha do eleitor sorocabano em mudar essa história, elegendo Crespo do DEM, passa a ser necessário uma combinação para que todos com mandato e poder se conformem na nova realidade. E o pragmatismo político prevaleceu. Há o reconhecimento dessa vontade do eleitor.

Mas, é evidente, isso tudo (as eleição de Crespo, Maria José e Gazola) só aconteceu porque Anselmo Neto, que é vereador licenciado do PSDB, fez a intermediação com o prefeito. Assim, para ser eleito presidente do comitê, Crespo topou que a prefeita do PSDB ficasse a frente da Fundação e que o prefeito do PDT (bastante alinhado com os deputados tucanos) presidisse a Região Metropolitana. Cada parte cedeu que é o que se espera em política.

Essa circunstância, pela minha percepção, deu força para que o início do processo de expulsão de Anselmo Neto do PSDB seja esvaziado. Está claro que ele pode fazer parte de um governo sem que o partido também faça. Mas, repito, o processo está no início, há clima para finalizá-lo, mas há força para ele seguir adiante se não houver uma conversa nessa direção.