Prefeito anuncia cortes drásticos para fechar 2017 no azul, revela ida de secretários a Brasília e discorda que isso seja a negação da funcionária da capital

EconomiaO prefeito Crespo afirmou ao vivo na manhã de hoje no Jornal Ipanema (FM 91,1Mhz), onde concedeu sua entrevista mensal nos estúdios da emissora à coluna O Deda Questão, que embora tenha fechado o primeiro quadrimestre com dinheiro em caixa, a situação financeira da prefeitura é quase de calamidade e responsabiliza, principalmente, a crise nacional e queda na arrecadação de impostos pelo problema. Ele afirmou que terá de fazer cortes drásticos, mas disse que não revelaria quais eram.

O prefeito garantiu que não vai faltar dinheiro para o pagamento do salário e 13º do servidor público, mas que investimentos ficarão para os próximos anos de seu governo. Ele também afirmou que o governo não se preparou para negociar o reajuste de salário dos servidores em outubro, uma vez que o sindicato não aceitou mudar a data-base do dissídio e que só volta a tratar deste assunto em janeiro de 2018 com o sindicato.

O prefeito também informou que viajaram a Brasília nesta terça-feira os secretários Luiz Alberto Fioravante (Planejamento e Projetos); Fábio Martins (Fazenda) e Alceu Segamarchi Júnior (Promotoria Econômica) para viabilizar recursos financeiros para a prefeitura.

Obviamente que minha questão foi que essa ida significa a negação da funcionária pública da Prefeitura que trabalha e reside em Brasília e o prefeito discordou explicando que o cargo foi criado para ela atuar nos segundos e terceiros escalões do governo, nunca se relacionando com ministros ou assessores diretos que segue sendo trabalho para o prefeito e secretários. “Sem a funcionária em Brasília os processos duram anos, com ela vão durar meses”, explicou o prefeito.

Promotoria presta contas

Na semana passada, a equipe de Promotoria Econômica da Prefeitura de Sorocaba, criada exclusivamente para a captação de recursos via convênios ou financiamentos para obras, projetos e programas para a cidade de Sorocaba, seja do governo federal, em Brasília, do governo do Estado, e em fundos nacionais e internacionais, se reuniu na quinta-feira passada, no gabinete do Poder Executivo, para apresentar ao prefeito José Crespo, ações de captação desenvolvidas na gestão municipal.

O encontro que ocorre bimestralmente destacou além da atuação da equipe, o entrosamento entre as secretarias na condução dos projetos viáveis à captação. Pontuada por Crespo como ‘brainstorming’, expressão inglesa para a dinâmica de explorar a criatividade em equipe e apresentar ideias novas e com objetivos pré-determinados, a reunião contou com a presença da profissional Fernanda Mariano, a única residente em outra cidade (Brasília). A Alceu Segamarchi Júnior (Promotoria Econômica) é coordenada pelo engenheiro civil Alceu Segamarchi Júnior.

De acordo com Alceu, diversas são as oportunidades de frentes de captação. A mais recente é o anúncio do ‘Programa Avançar Cidades’, que vai emprestar recursos federais aos municípios para investimentos em obras de mobilidade e saneamento básico. Os recursos são do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e não há critérios específicos para a candidatura das cidades, que poderão ser de menor porte até as metrópoles. Há um limite de R$ 200 milhões por município que conseguir acesso ao empréstimo, tendo quatro anos de carência e, a partir desse prazo, 20 anos de financiamento. “Isso tudo tem que se enquadrar dentro as ações do plano de Governo e estamos nos moldando para apresentar projetos, visto que o nosso município está classificado no segmento de cidades com 500 mil habitantes”, comentou.

O prefeito José Crespo recebeu relatórios de trabalhos e enalteceu o trabalho da equipe. “Temos uma equipe de ponta, altamente qualificada e entrosada”, comentou. A equipe da Promotoria também apresentou diversos projetos na área da Saúde e outras demandas para serem apreciadas pelo chefe do executivo. Presente na reunião, o secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante, ressaltou a parceria da pasta que administra com as ações da Promotoria Econômica.

Os demais profissionais que compõem a Promotoria Econômica são todos servidores municipais técnicos, que já trabalham na Prefeitura. Participaram da reunião, César Pederiva (Promotoria Econômica), Hudson William (Promotoria Econômica), Jéssica Pedrosa (Gabinete Central), Mirian Zacareli (Planejamento e Projetos), Suelei Gonçalves (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda), Liliana de Jesus (Gabinete Central), Roberta Bernardi (Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade), Roberto Battaglini (Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade), Alexandre Lamberti (Secretaria da Fazenda), Helaine Moraes (Secretaria de Recursos Hídricos) além da assessora externa, Fernanda Mariano.

Conquistas de Fernanda Mariano

Durante a vinda em Sorocaba, Fernanda resumiu como tem sido seu trabalho diário em Brasília. “Eu tenho ficado atenta sobre emendas, aberturas de programas e ações dos ministérios”, comentou. A reunião com a equipe foi bastante produtiva. Nos primeiros meses de trabalho Fernanda também atuou na liberação de recursos do Ministério dos Esportes para a construção da Praça a Juventude.

Nesse início de trabalho, a Promotoria Econômica deve focar também em processos de busca de recursos já iniciados. Dentre eles, a prioridade é a liberação de US$ 70 milhões do programa Mobilidade Total, pleiteado via Corporação Andina de Fomento (CAF). O valor é destinado a melhorias viárias.

Outra conquista recente da Prefeitura de Sorocaba, é a nova unidade do Corpo de Bombeiro na Zona Norte. Para custear a obra o município utilizará até R$ 1,5 milhão. Será R$ 1 milhão de recursos provenientes de convênio com o Ministério da Justiça com a contrapartida da Prefeitura de R$ 413 mil.

FOTO: Prefeito e integrantes da Promotoria Econômica se reuniram na semana passada para fazer um balanço do trabalho que estão fazendo