Prefeito de Sorocaba faz palestra em Fórum de Cidades Inteligentes

O evento Fórum Cidades Inteligentes, organizado pela revista Exame em parceria com a empresa Hiria, realizado em São Paulo, que focou nas experiências práticas e discussões sobre como as cidades estão ficando cada vez mais inteligentes e os ganhos que isso traz em qualidade de vida para os cidadãos além de oportunidades de negócios para investidores, reuniu prefeitos de todo o Brasil para relatar suas experiências, entre eles o de Sorocaba, Crespo.

Durante sua apresentação, o chefe do Poder Executivo sorocabano, defendeu a tese de que uma cidade inteligente é aquela que consegue aliar tecnologia (inovação) com cooperação, por meio de parcerias público-privadas. Neste aspecto, Sorocaba, destacou o prefeito durante sua apresentação, tem intensificado, cada vez mais, investimentos para que a cidade avance neste conceito e ofereça ainda mais qualidade de vida, sendo totalmente produtiva e globalmente conectada com habitantes que partilham seus conhecimentos para resolver os problemas no próprio bairro. Exemplo de modernidade e inovação também é o modelo de gestão compartilhada, que a Prefeitura deverá implementar nas áreas da Educação e Saúde.

Crespo lembrou que, não à toa, em julho deste ano, Sorocaba foi eleita uma das três cidades do país a fazer parte do projeto Fab City pelo Instituto de Arquitetura Avançada da Catalunha, Centro MIT para Bits e Átomos e a Fundação Fab, instituições internacionais que formam o Grupo Fab City. Além de Sorocaba, fazem parte desse seleto grupo, as cidades de Curitiba e Belo Horizonte. Outro indicador foi divulgado em setembro passado pela conceituada empresa de consultoria Urban Systems ao destacar que Sorocaba subiu 18 posições, isso no período de apenas um ano e agora ocupa o 42º lugar no ranking que avalia as cidades mais conectadas do país, o Connected Smart Cities 2018. E, mais recentemente, no último dia 14 de novembro, o VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos), de Sorocaba, foi classificado entre os cinco melhores projetos de mobilidade urbana do mundo. A classificação ocorreu justamente durante o Congresso Mundial de Cidades Inteligentes, realizado na Espanha.

O prefeito destacou que recentemente, sob sua administração, a Prefeitura lançou o Plano Estratégico de Inovação e também a Zona França de Inovação, que deverão nortear projetos e ações para impulsionar o desenvolvimento, inclusive com parcerias públicos privadas nesse setor. “Nossa administração tem intensificado investimentos que refletem diretamente na qualidade de vida, atração de investimentos e conectividade dos sorocabanos. Só em investimentos públicos os valores chegam a quase R$ 1 bilhão e estão sendo implementados em obras de saneamento, mobilidade, qualidade de vida, saúde, educação e segurança. Para se ter ideia, a Prefeitura de Sorocaba, por meio do trabalho desenvolvido pela Promotoria Econômica, contabiliza R$ 987 milhões em aprovação de financiamentos que serão investidos na infraestrutura do município”, destacou o prefeito.

Para o prefeito de Sorocaba planejamento urbano e Smart Cities andam de mãos dadas. Destacou, ainda durante o evento, que só com um real olhar voltado para o futuro é que os gestores públicos são capazes de projetar um desenvolvimento urbano eficiente e este não pode estar atrelado a ciclos políticos, mas sim econômicos. Desta forma, investimentos constantes em tecnologia por parte dos governos, em todas as esferas, são essenciais, pois formam a base de uma Cidade Inteligente.

Comentários

Leia também