Prefeito dribla sua assessoria e surpreende ao aparecer na audiência de instrução da greve dos motoristas para reforçar as denúncias contra o sindicato

CrespoTRTsorocabaO juiz relator Hamilton Luiz Scarabelim, da 15ª Região do Tribunal Regional do Trabalho, conduzia a audiência de instrução sobre a greve dos motoristas de ônibus de Sorocaba e foi um dos que se surpreendeu no Fórum Trabalhista de Sorocaba quando adentrou ao recinto o prefeito Crespo. Ele esteve lá “para renovar as denúncias feitas pela Urbes da desobediência do sindicato às determinações da Justiça, o que ficou patente com a vinda dos oficiais de justiça”, informa a assessoria de comunicação da Urbes. O prefeito foi acompanhado do assessor Raphael Pironi de Souza, mas não avisou nem ao presidente da Urbes e nem ao secretário de Comunicação de que decidiu comparecer à audiência. A foto que registra este momento é do repórter fotográfico Fábio Rogério, do jornal Cruzeiro do Sul.

Durante a instrução, o juiz ouviu as partes envolvidas no processo – Sindicato dos Rodoviários, empresas STU e CONSOR e a Urbes.

A expectativa da Urbes, segundo sua assessoria de comunicação, é que haja bom senso por parte da categoria, já que este assunto será decidido no TRT e não há motivo para a continuidade da paralisação de ônibus na cidade, expondo a população desta maneira e deixando milhares de usuários sem transporte coletivo.

Durante audiência, explica a Urbes, foi concedido um prazo de 48 horas para que as empresas concessionárias Consor e STU e o sindicato apresentem documentos para embasar o julgamento do dissídio.

Enquanto a greve de ônibus continuar, o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região deve atender a medida liminar que garante os 70% da frota nos horários de pico e 50% da frota nos entre picos.