Prefeito, pare de se atrapalhar!

Em seu artigo semanal, disponibilizado hoje no site da Prefeitura, o prefeito Crespo faz um elenco das obras e ações do seu governo e dele eu destaco seis pontos dos quais o prefeito se vangloria da sua gestão: a) último mês inauguramos dois novos postos de saúde 24 horas (UPH’s); b) inauguramos três novas creches em tempo integral; c) implementamos a gestão compartilhada na Saúde; d) adotamos na Educação o padrão Sesi, um dos melhores do país; e) as intervenções do BRT estão cada vez mais visíveis; f) a construção do posto fixo da Guarda Civil Municipal na praça Cel. Fernando Prestes, quando sofremos críticas inconsistentes e até mesmo ação judicial, que posteriormente nos deu razão.

Independentemente de se concordar ou não com esses pontos, o fato é que eles existem. Ou seja, há trabalho.

Mas chega a ser cômica a conclusão do pensamento do prefeito, externada no artigo: “Mas a cada dia, a oposição tenta macular – com firulas e factóides – um governo que tem trabalhado intensamente para conseguir muito mais por Sorocaba”.

Não prefeito, não é a oposição. É o senhor próprio.

A CPI criada na Câmara de Vereadores ou o pedido de investigação feito pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais à Polícia Civil, de que abra inquérito para apurar a atuação de uma voluntária dentro do serviço público, ou o pedido feito pela vereadora Fernanda Garcia para que o Ministério Público entre nessa investigação não são firulas. Há clara divergência de opinião.

Carlos Mendonça, chefe de gabinete do prefeito Crespo, vê a atuação de trabalho voluntário de Tatiane Polis como dentro do que prevê a legislação, mas Salatiel Hergezel, presidente do sindicato, Iara Bernardi que organizou o pedido da CPI ou a vereadora Fernanda têm visão totalmente contrária e acreditam que ela incorre contra a legislação. É legítimo!

Aliás, o senhor próprio concorda com parte disso, afinal modificou o decreto sobre o trabalho voluntário: A Prefeitura de Sorocaba informa que houve uma falha de digitação durante a elaboração do decreto de Nº 24.642, de 08 de março de 2019, publicado no jornal Município de Sorocaba desta sexta-feira (08).  O decreto dispõe sobre a revogação de outro decreto, o de número 22.930. Porém, no artigo 1º onde se lê Nº 23.930 o correto é Nº 22.930, que regulamenta a lei Nº 6.406, de 4 de junho de 2001,que dispõe sobre o serviço voluntário no âmbito do município e dá outras providências. Uma correção deste decreto será publicada na próxima edição do Jornal Município de Sorocaba, segunda-feira dia 11/03.

Prefeito, pare de se atrapalhar. Não existe nada mais antigo do que culpar a janela pela feiura da paisagem.

Em tempo, o artigo do prefeito leva o título de “As dificuldades para um governo limpo e eficiente” foi divulgado hoje no site oficial da Prefeitura de Sorocaba, mas publicado primeiramente no domingo, no jornal Cruzeiro do Sul.

Comentários

Leia também