Prefeito reúne secretários e no balanço do ano conclui que ações deixaram de ser feitas e falta uma marca ao seu governo. Seminário vai preparar a equipe para acelerar em 2018 mais do que o previsto e tirar o atraso deste ano

MarcaGovernoO prefeito Crespo passou a tarde desta segunda-feira reunido com seus secretários – reunião convocada por ele na semana passada – para fazer um balanço do ano. A decisão do TJ, obviamente, fez parte das conversas, mas não foi o foco do encontro. O prefeito entende que muita coisa deixou de ser feita e foi claro em seu recado: Agora teremos de acelerar em 2018 mais do que o que estava previsto, vamos tirar o atraso. O prefeito também informou a sua equipe de que haverá uma reunião em dezembro, uma espécie de seminário, para preparar essa aceleração em projetos que ele tinha a intenção de ver funcionando neste ano. Exemplos que consegui colher do que não saiu do papel: Botão do pânico, muito batido na campanha eleitoral; as reformas na saúde onde o objetivo é atender com mais eficiência e eficácia a população mesmo que que para isso seja necessário usar serviço prestado por quem não é servidor concursado; o reaproveitamento dos prédio dos Sabe Tudo e Oficina do Saber como espaço a serem adaptados para creches com o gerenciamento feito por Organizações Sociais; a saída da Prefeitura dos aluguéis de prédios para o funcionamento de repartições.

O prefeito não disse, mas ouvindo relatos do que foi o balanço de hoje ficou claro que o prefeito está insatisfeito por ter terminado o primeiro ano de seu mandato sem ter construído a sua marca do seu governo.